Ator José Dumont é preso em flagrante por armazenar pornografia infantojuvenil

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Ator José Dumont foi preso em flagrante no Rio

O ator José Dumont, 72, foi preso em flagrante nesta quinta (15), no Rio de Janeiro, por armazenamento de pornografia infantojuvenil. Ele está à disposição da justiça na Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) da capital carioca. A informação foi divulgada pelo programa Cidade Alerta, da Record.

“De acordo com a Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), o ator foi preso em flagrante pelo crime de armazenamento de imagens de sexo envolvendo crianças e possível estupro de vulnerável. A investigação está sob sigilo”, informou a polícia em nota.

O artista é investigado por supostamente ter mantido um relacionamento com um fã de 12 anos, a quem Dumont teria oferecido ajuda financeira. A partir desse envolvimento, ele teria iniciado uma troca de beijos e carícias ímtimas como menor.

O contato entre os dois foi registrado por câmeras de segurança e as imagens usadas como base para a abertura da investigação policial. Os oficiais realizaram um mandado de busca e apreensão na casa de Dumont, cumprido nesta quinta-feira.

De acordo com informação da polícia carioca, durante a operação na residência do ator foram encontrados imagens e vídeos de sexo envolvendo crianças e adolescetnes, o que motivou a prisão em flagrante.

csm jose dumond em nos tempos do imperador divulgacao cb67e2df2f
José Dumont como coronel Eudoro na novela Nos Tempos do Imperador, da Globo (divulgação/TV Globo)

O último trabalho de José Dumont na televisão foi na novela Nos Tempos do Imperador, da Rede Globo. Ele está escalado para o elenco de Todas as Flores, novela do Globoplay com estreia prevista para outubro. A emissora emitiu nota ao jornal Folha de S.Paulo afirmando que afastaria o ator: “Diante dos fatos noticiados, a Globo tomou a decisão de retirá-lo da novela. A suspeição de pedofilia é grave. Nenhum comportamento abusivo e criminoso é tolerado pela empresa, ainda que ocorra na vida pessoal dos contratados e de terceiros que com ela tenham qualquer relação”..

Com quatro décadas de carreira, o ator, que iniciou sua trajetória no cinema em 1977 como Severino em Morte e Vida Severinatem, tem longa história na dramaturgia nacional, com imagem marcada por novelas de sucesso, como Corpo a Corpo, Terra Nostra, América, Pantanal e A História de Ana Raio e Zé Trovão e Mandacaru.

Em 1980, ele recebeu o seu primeiro Kikito de Ouro na categoria de Melhor Ator Coadjuvante no Festival de Gramado, por interpretar Ceará, em Gaijin �?? Os Caminhos da Liberdade. Ele também já conquistou o Festival de Brasília, como Melhor Ator;  e no Festival do Cinema Brasileiro de Miami. Seu personagem Lambusca de O Baiano Fantasma também lhe consagrou quatro vezes como Melhor Ator no Festival de Havana, Prêmio Governador do Estado, Festival do Rio e ganhou o Grande Prêmio Brasileiro de Cinema por viver Miranda, em 2 Filhos de Francisco.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Pastor Anderson Silva se diz arrependido de ser bolsonarista: “estou com vergonha de mim”

O pastor Anderson Silva, conhecido por suas declarações polêmicas e apoio fervoroso ao ex-presidente Jair Bolsonaro, declarou em um vídeo recente seu arrependimento em apoiar o bolsonarismo. O líder religioso, que chegou a falar em oração imprecatória, pedindo a Deus para “arrebentar a mandíbula de Lula“, agora pede por recuo e prega uma mensagem de

Pastor Andeson Silva se diz arrependido de ser bolsonarista: “estou com vergonha de mim”

O pastor Aderson Silva, conhecido por suas declarações polêmicas e apoio fervoroso ao ex-presidente Jair Bolsonaro, declarou em um vídeo recente seu arrependimento em apoiar o bolsonarismo. O líder religioso, que chegou a falar em oração imprecatória, pedindo a Deus para “arrebentar a mandíbula de Lula“, agora pede por recuo e prega uma mensagem de

Pastor João Caetano sobre posição política de Osiel Gomes: “Acho que está do outro lado”

Em um vídeo que viralisou nas redes sociais, o pastor Osiel Gomes, da Assembleia de Deus no Maranhão, expressou sua opinião contrária ao envolvimento de líderes evangélicos em manifestações políticas. Segundo Gomes, os evangélicos não deveriam participar de atos políticos marcados por gritos e ofensas dirigidas a candidatos. A declaração provocou reações entre outros líderes