TAGS

Marmitagate: entenda a história que dominou as redes no fim de semana

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Os perfis de Taynara Motta e Duda Poleza já viralizaram diversas vezes no Twitter. As duas se apresentam como coordenadoras do projeto social �??Alimentando necessidades�??, que supostamente realiza doações de marmitas para pessoas em situação de rua na cidade de Blumenau, em Santa Catarina.

A primeira polêmica em que os perfis se envolveram foi de que distribuíam balas para que os supostos beneficiados do projeto vendessem e, caso fossem bem sucedidos, poderiam usar o dinheiro arrecadado para comprar alimentos ou investir em mais balas para continuar o comércio.

Depois, veio uma sucessão de casos dignos de cinema, segundo os seguidores. Em uma das histórias, elas dizem ter recebido carne estragada como doação. Em outra ocasião, elas foram assediadas por um suposto doador. As duas também já chegaram a compartilhar um relato de estupro. 

No último fim de semana, a internet desconfiou do projeto, questionando que as fotos publicadas são todas das marmitas em produção, e nunca do momento de distribuição das refeições. Os internaautas também desconfiaram da real existência de Taynara, já que o perfil nunca compartilha informações pessoais e nem publica fotos.
 

Como resposta, o perfil do projeto anunciou uma live no Instagram para essa segunda (26/9) e publicou dois vídeos: um em que Duda aparece e outro só com Taynara. Mas, segundo os internautas, o segundo vídeo, que foi apagado da conta, tratava-se da mesma pessoa, com filtro.

 
 
A llive ocorreu e, mesmo assim, os seguidores não tiveram respostas, já que Taynara não apareceu e Duda não deu explicações sobre a amiga, dizendo que as duas não se dão bem. la também anunciou o fim do projeto e disse que vai doar o valor das doações em caixa. Além disso, em seu perfil, Eduarda se pronunciou, compartilhando um print da inscrição do SISU e do ENEM de Taynara Motta e outra imagem de um vídeo da amiga. 
 
 
  • Leia também: Sem ter para onde ir: grades marginalizam ainda mais população de rua em BH 

Investigação de internautas

Um grupo de internautas publicou um dossiê em um site chamado �??Grupo de pesquisas em OSINT (Open Source Intelligence)�?�. Segundo o site, foi feita uma varredura nos tweets do perfil de Taynara utilizando as plataformas Twint Project e o SQLlite data no KaliLunux, mostrando que o perfil apenas interage com a página do projeto e de Eduarda.

No perfil do Instagram do projeto �??Alimentando Necessidades�?�, os internautas não encontraram nenhuma Taynara entre os seguidores. Assim como, a única pessoa que aparece em vídeos e fotos do projeto é Duda Poleza. �??Não existe nenhum vestígio de Taynara Motta, que se diz dona do projeto social�?�, aponta o site.

Em uma pesquisa em uma base de dados do estado, o site diz ter encontrado apenas uma unica pessoa com o nome parecido, sendo Tainara (com i e não y) Mota (com um t e não dois) d* R* L*. Eles entraram em contato com a Tainara encontrada e, analisando o IP, viram que ela se encontrava em Gaspar, um município a 35min de Blumenau. Mesmo assim, ela dizia que o Tainara dela era com I e não Y e disse não fazer parte do processo.

�??Porém, fomos atrás de mais informações para confirmar se ela era ou não a Taynara_Motta10 que estávamos procurando para validar a sua existência. Achamos todas as redes sociais da mesma e em nenhuma há ligação ou conexão com Duda Polaza (então melhor amiga da Taynara_Motta10) ou projeto alimentando necessidades. Achamos inclusive o Tainara Mota d* R* L onde a escrita não bate com a da Taynara_Motta10�?�, descreve.

O site também aponta que a foto de perfil de Taynara é, na verdade, de um perfil do Pinterest de uma menina chamada Larissa. Taynara e Eduarda também já estiveram à frente de outro projeto, chamado �??Absorvendo necessidades�?�, que distribuía absorventes para mulheres em situação de vulnerabilidade social.

�??Sobre o projeto antigo, o pix ia para Graziela Poleza, mãe de Duda Poleza. Enquanto o pix do Alimentando Necessidades, vai para Eduarda Poleza�?�, relata o site.

O dossiê do site �??Grupo de pesquisas em OSINT (Open Source Intelligence)�?� também fez um rastreamento nas imagens dos perfis de redes sociais, dizendo serem de 2021 e tiradas em Pomerode, cidade próxima a Blumenau. �??A foto da entrega da marmita foi tirada na frente do restaurante do padrasto da Duda Polaza, que vende marmitas na cidade�?�, continua a análise.

O Estado de Minas tentou contato com o perfil Alimentando Necessidades, mas até a publicação da reportagem, não obteve respostas.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Corredor morre após passar mal em prova e ser internado com xixi preto

Um homem de 50 anos morreu em Caruaru, nesta quarta-feira (24/1), após complicações de saúde provocadas por rabdomiólise, doença ocasionada por uma lesão muscular aguda que deixa o xixi preto. Identificado como Dorgival Celerino do Nascimento havia participado de uma prova de corrida e foi internado devido ao esforço físico. A prova de 14 quilômetros

Caso Marielle: regularização de condomínio pode ter motivado morte, diz site

A Polícia Federal investiga se a regularização de condomínio na Zona Oeste do Rio de Janeiro teria motivado o assassinato da ex-vereadora Marielle Franco (Psol-RJ). Em delação, o ex-policial militar Ronnie Lessa afirmou que Marielle virou alvo porque defendia que terrenos fossem ocupados por pessoas de baixa renda e que o caso fosse acompanhado pelo

Passageiros ficam ‘presos’ em avião após enxame de abelhas cercar aeronave

Passageiros de um voo da companhia aérea Voepass, que ia de Fernando de Noronha (PE) até Natal (RN), aguardaram mais de 1 hora para desembarcar da aeronave depois de o avião ser rodeado por um enxame de abelhas. O incidente aconteceu na tarde de segunda-feira (22/1). De acordo com a companhia, ninguém se feriu. O