Rafinha volta a treinar e deve reforçar o Vitória diante do Figueirense

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Recuperado de um problema muscular, o atacante Rafinha voltou a treinar normalmente nesta quinta-feira (15) e deve reforçar o Vitória diante do Figueirense, domingo (18), às 16h, no Barradão, pela penúltima rodada da segunda fase da Série C.

 

No treino, Rafinha treinou na equipe titular e não se queixou de nenhum desconforto. Já o lateral-esquerdo Guilherme Lazaroni segue em tratamento no departamento médico.

 

O técnico João Burse comandou um coletivo corrido na primeira etapa. Em seguida, um tático, em que ele interrompeu as atividades várias vezes para corrigir o posicionamento da equipe.

 

O Vitória treinou com a seguinte formação: Dalton; Alemão, Marco Antônio, Alan Santos e Sanchez; Léo Gomes, Dionísio e Eduardo; Gabriel Honório, Tréllez e Rafinha.

 

Na sexta-feira (16), o time rubro-negro volta ao batente. Será o penúltimo treino antes do confronto diante do Figueirense.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Tiago Nunes é demitido do Botafogo após levar empate de time boliviano nos acréscimos

O Botafogo anunciou nesta quinta-feira a demissão do técnico Tiago Nunes, um dia após o empate por 1 a 1 contra o Aurora na fase preliminar da Copa Libertadores. A decisão veio após uma reunião da diretoria, que também oficializou a venda do atacante Victor Sá para o Krasnodar, da Rússia, o que gerou descontentamento

São Paulo continuará pagando R$ 400 mil por mês a Daniel Alves mesmo após condenação; entenda

O jogador Daniel Alves, que recebeu a sentença de quatro anos e seis meses de prisão em regime fechado por agressão sexual na Espanha nesta quinta-feira, 22, deve continuar recebendo R$ 400 mil por mês do São Paulo Futebol Clube mesmo após a condenação. O jogador teve uma passagem pelo clube entre 2019 e 2021

Polícia francesa investiga PSG por suspeitas de irregularidades relacionadas a Neymar

A polícia francesa realizou buscas na sede do Paris Saint-Germain (PSG) em meados de fevereiro, em meio a suspeitas de irregularidades fiscais relacionadas à contratação do atacante brasileiro Neymar, em 2017. As informações foram reveladas por interlocutores do clube nesta quinta-feira, 22, ao jornal Le Monde e confirmada por autoridades. Em resposta, um porta-voz do PSG