Jovem de 21 anos é diagnosticada com diabetes e diz viver desafio: ‘No começo foi um choque’

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

A estudante de biomedicina Yamoni Sartori, de 21 anos, foi diagnosticada com diabetes tipo 1 aos 18 anos. Segundo o Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, atualmente fazendo o uso de medicamentos diários, Yamoni conta como foi a experiência de descobrir a doença e quais cuidados tem tomado desde então.

“No começo, foi um choque porque desde criança sou apaixonada por doces. Descobri muito de repente: estava me sentindo sonolenta e o médico pediu um exame de hemoglobina glicada. Dali passei por quatro médicos diferentes e todos recomendaram começar a tomar insulina. No início, me recusei a acreditar e não queria seguir as recomendações”, conta a jovem.

 

“Hoje em dia tem como viver bem com a DM1, mas a medicação, os alimentos diet e o sensor para medir a glicemia ainda têm um custo alto. É uma doença silenciosa, que exige disciplina, você tem que aprender a controlar do melhor jeito”, comenta.

 

A diabetes é uma doença crônica provocada pelo aumento dos níveis de açúcar no sangue. Ela surge quando não há ou ocorre um defeito na produção de insulina, o hormônio que é responsável por quebrar as moléculas de açúcar e transformá-las em energia para o corpo.

 

 

 

 

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma publicação compartilhada por YAMO SARTORI (@yamosartori)

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Tiago Nunes é demitido do Botafogo após levar empate de time boliviano nos acréscimos

O Botafogo anunciou nesta quinta-feira a demissão do técnico Tiago Nunes, um dia após o empate por 1 a 1 contra o Aurora na fase preliminar da Copa Libertadores. A decisão veio após uma reunião da diretoria, que também oficializou a venda do atacante Victor Sá para o Krasnodar, da Rússia, o que gerou descontentamento

São Paulo continuará pagando R$ 400 mil por mês a Daniel Alves mesmo após condenação; entenda

O jogador Daniel Alves, que recebeu a sentença de quatro anos e seis meses de prisão em regime fechado por agressão sexual na Espanha nesta quinta-feira, 22, deve continuar recebendo R$ 400 mil por mês do São Paulo Futebol Clube mesmo após a condenação. O jogador teve uma passagem pelo clube entre 2019 e 2021

Polícia francesa investiga PSG por suspeitas de irregularidades relacionadas a Neymar

A polícia francesa realizou buscas na sede do Paris Saint-Germain (PSG) em meados de fevereiro, em meio a suspeitas de irregularidades fiscais relacionadas à contratação do atacante brasileiro Neymar, em 2017. As informações foram reveladas por interlocutores do clube nesta quinta-feira, 22, ao jornal Le Monde e confirmada por autoridades. Em resposta, um porta-voz do PSG