Elon Musk insinua que Twitter pode ter favorecido candidatos de esquerda

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto
O bilionário norte-americano Elon Musk, novo proprietário do Twitter, levantou dúvidas sobre o funcionamento da plataforma durante as eleições brasileiras.

Neste sábado (3/12), ele afirmou que tem visto publicações preocupantes sugerindo que funcionários da rede social poderiam ter favorecido candidatos de esquerda durante a campanha.

Sem explicar quais publicações ou os indícios que o levaram a afirmação, Musk citou o pleito brasileiro em resposta a um jornalista australiano que o questionou sobre quais eleições ao redor do mundo podem ter sido manipuladas pelo Twitter antes que o bilionário efetuasse a compra do site, no fim de outubro.
“Tenho visto muitos tweets preocupantes sobre as recentes eleições no Brasil. Se esses tweets forem precisos, é possível que o pessoal do Twitter tenha dado preferência a candidatos de esquerda”, disse Musk
Desde que comprou o Twitter, Musk tem anunciado uma série de mudanças no funcionamento da rede social, sugerindo sua desativação e causado polêmica com alterações na equipe da plataforma. Mais da metade dos funcionários da empresa no Brasil  foram demitidos após o bilionário assumir o controle.
Outra mudança na plataforma sob nova direção foi o retorno das atividades do perfil de Donald Trump. O ex-presidente americano estava suspenso da rede desde janeiro deste ano em represália à invasão do Capitólio por apoiadores do republicano.
Em maio, antes de comprar o Twitter, Musk esteve no Brasil para se reunir com Bolsonaro sob prerrogativa de discutir um projeto de instalação de internet na Amazônia. Na ocasião, o bilionário foi condecorado com uma medalha de honra e elogiado pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria: “todos no Brasil te amam”, disse. 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Moraes é aprovado com notas altas em concurso para professor na USP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Alexandre de Moraes, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), foi aprovado nesta sexta-feira (12) para o cargo de professor titular da USP em um concurso que só teve uma novidade relevante para ele. Não era a faculdade, que Moraes ainda frequenta semanalmente como professor de direito constitucional. Tampouco a disposição

STF forma maioria para ampliar foro privilegiado; Mendonça pede vista

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria de votos nesta sexta-feira, 12, para determinar a ampliação do foro privilegiado mesmo após autoridades deixarem o cargo, permitindo que deputados, senadores, ministros e outras autoridades sejam investigadas pela Corte em crimes praticados no exercício ou que tenham relação com o cargo. O julgamento foi suspenso em seguida

OAB sobe tom contra Moraes e busca Câmara em meio à disputa entre Poderes

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em crise com Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), desde o ano passado, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) elevou o tom contra o ministro e anunciou a apresentação na Câmara dos Deputados de uma proposta que confronta com decisões do ministro. O acirramento do conflito com Moraes