Estátua da Mãe Stella de Oxóssi é incendiada em Salvador

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

A estátua da Mãe Stella de Oxóssi, obra de arte composta por esculturas do orixá Oxóssi e de Mãe Stella, uma das principais ialorixás do país, que faleceu em 2018, foi incendiada durante madrugada deste domingo (04). Pessoas que passavam pela Avenida Mãe Stella de Oxóssi, via que liga a Av. Paralela à orla do bairro de Stella Maris e onde a obra está localizada, viram o monumento em chamas. 

Um boletim de ocorrência foi registrado pela Fundação Gregório de Mattos (FGM). O órgão, vinculado à Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), também solicitou à Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal) a retirada do monumento após perícia.

Para candomblecistas, o ato de vandalismo é resultado de intolerância religiosa. Mãe Sinha, equede do Terreiro Casa Branca, ressalta que ameaças contra símbolos religiosos do candomblé não são recentes. Em 2019, a escultura de Mãe Stella e Oxóssi também foi alvo de vandalismo. A obra foi pichada e teve uma placa arrancada. 

“Não é a primeira vez que acontece com nossos símbolos religiosos, nossas casas religiosas. Mesmo que fosse a primeira vez, já está na hora de dar um basta nisso. Estamos temendo todos os dias, acordando preocupados. Intolerância é ignorância, desrespeito, falta de amor. Precisamos educar mais nossos filhos para que não continue a acontecer”, lamenta. Segundo Mãe Sinha, a comunidade já está se organizando para registrar boletim de ocorrência. 

csm estatua 182f635413

Monumento inaugurado em 2019 fica próximo ao Aeroporto de Salvador Foto: Reprodução / Leitor CORREIO

O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia informou que não foi acionado para a ocorrência. A Polícia Militar da Bahia (PM-BA) e Polícia Civil (PC) não responderam aos questionamentos da reportagem sobre registro de queixa e motivo do incêndio. A reportagem também solicitou à prefeitura de Salvador posicionamento, mas não recebeu retorno. 

Sobre o monumento
Aos mais próximos, Mãe Stella dizia que só poderia ser feliz se estivesse perto do orixá Oxóssi, a quem, segundo o povo de santo, pertencia sua cabeça. No monumento em sua homenagem, ela aparece sentada em um trono, com aspecto sereno, sob os olhares  e cuidados de Oxóssi, o orixá da caça.

A obra completa tem 8,5 metros de altura, incluindo uma base de concreto de dois metros. A estátua de Mãe Stella tem tamanho real e, somada ao trono onde está sentada, chega a mais dois metros de altura. Já Oxóssi, que também está em cima da base, tem 6,5 metros.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Hybris II: PF deflagra mais um desbobramento da Operação El Patrón em Feira de Santana

Foi deflagrado na tarde desta segunda (22), mais um desdobramento da Operação El Patrón, a Hybris II, numa ação conjunta da Polícia Federal, Receita Federal, Ministério Público Estadual e a Força Correcional Integrada (FORCE/COGER/SSP/BA). Através de uma medida cautelar, foi determinada a alienação antecipada de 45 propriedades urbanas e rurais e 245 semoventes, em cumprimento à decisão

Corpo carbonizado: TJSP condena estado por vazamento de imagem no IML

São Paulo — O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) manteve, em segunda instância, a condenação do governo estadual a uma indenização de R$ 20 mil pela divulgação de imagens de um corpo carbonizado, que estava no Instituto Médico Legal (IML). A ação foi movida pela filha da vítima, um homem que morreu em

II Conferência da Jovem Advocacia Baiana confirma nomes dos primeiros painelistas

Com uma programação extensa, a II Conferência Estadual da Jovem Advocacia Baiana acontecerá de 5 a 7 de junho, no Centro de Convenções de Salvador. Mais de 300 painelistas irão discutir temas ligados ao eixo condutor do evento: "Advocacia, Inovação e os Desafios na Era da Inteligência Artificial".   Entre os profissionais já anunciados, nomes