Lula acredita no título do Brasil e deseja melhoras a Pelé

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) utilizou as redes sociais para demonstrar sua esperança no título do Brasil na Copa do Mundo do Catar. A fala do petista ocorreu após a vitória da Seleção Brasileira por 4 a 1 sobre a Coreia do Sul pelas oitavas de final da competição.

“Continuo achando que o Brasil pode ser campeão do mundo, se o pessoal jogar com a seriedade que jogou no primeiro tempo hoje”, analisou o político.

Com ritmo intenso, a equipe de Tite fez todos os gols em 36 minutos. Vinícius Júnior, Neymar, Richarlison e Lucas Paquetá balançaram as redes do selecionado sul-coreano.

 

Leia mais: Lula diz que Brasil vai vencer a Copa do Mundo e analisa rivais

 

A saúde do tricampeão mundial Pelé também foi citada por Lula. O ex-atleta, segundo informado por suas filhas, foi diagnosticado com uma infecção pulmonar após ser diagnosticado com Covid-19, mas que, assim que se curar, irá voltar para casa.

“Todos nós temos que torcer para que o maior simbolo da Seleção Brasileira e do futebol brasileiro possa se recuperar e estar entre nós para comemorar a conquista do hexa”, comentou o petista.

Nesta Copa do Mundo, Lula também postou durante a vitória da seleção brasileira sobre a Sérvia por 2 a 0 no primeiro jogo da Amarelinha pela competição.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Só governadores do PL foram ao ato de Bolsonaro em Copacabana

Não foi apenas o público ontem que esteve abaixo de outros atos promovidos por Jair Bolsonaro. O peso do palanque também diminuiu em Copacabana em relação às manifestações anteriores promovidas pelo ex-presidente. Ao decidir usar sua presença para promover candidaturas do PL às próximas eleições municipais, Bolsonaro não conseguiu levar ao Rio governadores que estiveram

Diálogo com o Congresso continua e ofensa vinda de Lira é ‘episódio superado’, diz Padilha

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, reiterou que o diálogo entre o Planalto e o Congresso Nacional continua e disse que a tensão entre ele e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) é um "episódio superado". Em entrevista à CNN Brasil, Padilha foi questionado sobre o atrito entre ele e Lira

Aliados de Lula minimizam ato de Bolsonaro no Rio; STF, militares e Pacheco silenciam

(FOLHAPRESS) - Aliados e ministros do governo Lula (PT) minimizaram o impacto do ato de Jair Bolsonaro (PL) em Copacabana, no Rio de Janeiro, neste domingo (21). Alvos dessa manifestação, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), optaram pelo silêncio. Integrantes do primeiro escalão do governo