Lula e provável ministro definem comandantes das Forças Armadas; veja nomes

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos
O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já definiu os nomes dos próximos comandantes das Forças Armadas. A decisão foi tomada junto ao ex-deputado e ex-presidente do Tribunal de Contas da União José Múcio Monteiro, futuro ministro da Defesa.
O anúncio oficial dos nomes será feito na sexta-feira (9/12) às 10h, no CCBB, sede do governo de transição. Na mesma data, Lula vai oficializar o nome de pelo menos cinco ministros do novo governo – incluindo o de Múcio na Defesa.
Interlocutores da base de apoio de Lula confirmaram ao Correio os nomes que assumirão os comandos. Confira:
  • Exército: general Julio Cesar de Arruda, atual chefe do Departamento de Engenharia e Construção. Ele é o mais antigo da tropa;
  • Marinha: almirante de esquadra Marcos Sampaio Olsen, atual comandante de Operações Navais da Marinha;
  • Aeronáutica: tenente-brigadeiro do ar Marcelo Kanitz Damasceno, atual chefe do estado-maior da Aeronáutica;
  • Comandante do Estado-maior das Forças Armadas: almirante de Esquadra Renato Rodrigues de Aguiar Freire, atual chefe do estado-maior da Marinha.

Com os anúncios, Lula espera distensionar a relação com as Forças Armadas, um dos núcleos que mais gerou impasse na transição. Diferente das demais áreas, não formou-se uma equipe temática da Defesa para tratar da transição, e a tarefa deve ser passada para José Múcio Monteiro e os novos comandantes escolhidos.

Lula também retoma uma tradição quebrada pelos governos de Michel Temer (MDB) e Jair Bolsonaro (PL) e volta a colocar um civil no comando da pasta da Defesa.

Veja nomes que devem assumir ministérios

Pelo menos cinco ministros devem ser anunciados na sexta-feira: Justiça, Defesa, Casa Civil, Relações Exteriores e Fazenda. Lula não revelou os nomes que serão anunciados, mas indicou que conta com o ex-governador do Maranhão Flávio Dino para a pasta da Justiça.
 
Outro nome que está praticamente confirmado, e também foi citado por Lula a esses interlocutores, é o do embaixador do Brasil na Croácia, Mauro Vieira, para o cargo de ministro das Relações Exteriores. O diplomata já exerceu o cargo de chanceler no governo de Dilma Rousseff.
Para a Casa Civil, Lula deve convidar o governador da Bahia, Rui Costa. Na Fazenda, o indicado deverá ser o ex-ministro Fernando Haddad. Finalmente, nessa lista inicial, constará o nome do ex-deputado e ex-presidente do Tribunal de Contas da União José Mucio Monteiro. 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Bolsonaro pode ser preso se incitar crime durante ato no domingo na avenida Paulista

(FOLHAPRESS) - Jair Bolsonaro (PL) pode ser preso se fizer apologia ou incitação ao crime durante manifestação convocada por ele na avenida Paulista, em São Paulo, neste domingo (25), afirmam especialistas. Os profissionais, entretanto, divergem sobre se a mera convocação do ato já poderia ensejar uma prisão preventiva, uma vez que o ex-presidente é investigado

Lula escolhe novo juiz, e TRE-PR deve marcar data do julgamento de Moro

(FOLHAPRESS) - O presidente Lula (PT) escolheu o advogado José Rodrigo Sade para a cadeira de juiz do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Paraná, corte que julgará o senador Sergio Moro (União Brasil) em um processo com pedido de cassação movido pelo PT e pelo PL. A nomeação de Sade, que figurava em uma lista

STF vê ‘omissão’ e torna réus oficiais da antiga cúpula da PM do DF

O Supremo Tribunal Federal colocou no banco dos réus sete oficiais da antiga cúpula da Polícia Militar do Distrito Federal acusados pela Procuradoria-Geral da República de omissão ante os atos golpistas de 8 de janeiro. Para a PGR, a conduta dos agentes favoreceu a invasão e a depredação dos prédios dos três Poderes em Brasília.