Paulo Guedes ameaça deixar o Brasil após posse de Lula

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O ministro da economia, Paulo Guedes, estaria irritado por não ter seu trabalho reconhecido e ameaça sair do Brasil após a posse do presidente eleito Lula (PT). A informação foi divulgada nesta segunda-feira (5/12) pela coluna da Bela Megale, em O Globo.

Segundo a colunista, Guedes diz ter consertado erros do PT e se sente desvalorizado em sua atuação como ministro. “Vou deixar isso aqui e quem vai ficar com o problema são vocês”, disse.

O ministro considera que o governo eleito precisa “trabalhar”. Ele também disse esperar “sossego” e “cicatrizar as feridas” após deixar o governo.

Aliados próximos de Guedes, no entanto, avaliam que, apesar da ameaça em conversas mais tensas, ele tende a permanecer no país.

O ministro, inclusive, é cotado para assumir cargo no governo eleito de Tarcísio de Freitas, em São Paulo.

  • Leia: Alckmin sobre Saúde: ‘Precisaríamos de R$22 bilhões a mais’

Fonte ligada à família de Paulo Guedes, ouvida pelo Estado de Minas, disse que no núcleo familiar o ministro ainda não falou nada sobre a possibilidade deixar o país.

Repercussão nas redes sociais

As redes sociais entraram no clima de anedotas logo após o anúncio da possível mudança de Paulo Guedes para o exterior.

No Twitter, os usuários estão repercutindo a notícia com “Tchau, querido”, meme que surgiu na época do impeachment de Dilma e a prisão de Eduardo Cunha. A hashtag está em alta na rede.

(Com informações adicionais de Luiz Ribeiro)

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Google passará a vetar anúncio político em buscas e YouTube após regra eleitoral do TSE

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Google anunciou que atualizará suas políticas para deixar de permitir a veiculação de anúncios políticos no Brasil via Google Ads, o que inclui YouTube, resultados na busca e demais tipos de publicidades contratadas pela ferramenta da empresa. Em nota, a empresa diz que essa atualização "acontecerá em maio tendo

Boulos tem 35,6%; Nunes, 33,7%; Tabata, 14,7%; e Kim, 9,4% em São Paulo, diz pesquisa Atlas

O deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) tem 35,6% das intenções de voto para a Prefeitura de São Paulo, contra 33,7% do atual prefeito, Ricardo Nunes (MDB), aponta a pesquisa Atlas/CNN Brasil divulgada nesta quarta-feira, 24. Ambos estão tecnicamente empatados dentro da margem de erro de 2,5 pontos porcentuais (p.p.). A terceira colocada é a deputada

Moraes arquiva ação de suposto asilo de Bolsonaro na Embaixada da Hungria

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes concluiu que não há evidências que comprovem que Jair Bolsonaro (PL) buscou asilo na Embaixada da Hungria, em Brasília, em fevereiro deste ano. Como revelou o The New York Times, o ex-presidente passou dois dias na missão diplomática em Brasília