Vini Júnior espera que Seleção “siga o baile” e rebate críticas: “Galera gosta de reclamar”

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O eterno baile de Vinicius Júnior segue causando polêmica mundo afora. Há quem diga que as danças de comemoração que o atleta e os companheiros de Seleção Brasileira fazem durante a Copa do Mundo são desrespeitosas, mas ele garante que não vai parar. 

 

“O gol é o momento mais importante do futebol, onde não só nós ficamos muito felizes, como agora na Copa um país inteiro fica. Temos muitas comemorações para fazer ainda. Que a gente siga fazendo muitos bailes e jogando bem para chegar até a final nesse ritmo”, afirmou, em entrevista coletiva, nesta quarta-feira (7). 

 

Na opinião de Vinicius, as críticas acontecem porque as pessoas se incomodam com a felicidade alheia. O atacante marcou seu primeiro gol na Copa do Mundo do Catar na última segunda-feira (5), contra a Coreia do Sul. 

 

“A galera gosta de reclamar quando vê o outro feliz, e o brasileiro é sempre muito feliz, então vamos sempre afetar bastante. Que a gente possa seguir com a nossa alegria, porque tem muito mais gente por nós do que contra nós”, destacou. 

 

O ponta comentou também sobre sua relação com Neymar, que tem sido uma referência para os jovens que jogam pela Seleção Brasileira. 

 

“Ele me falou que a Copa do Mundo é diferente de qualquer outra competição. Agora estou vivendo, sei quanto a Copa é importante para o nosso país, para todos. Ele me falou isso e sempre levei comigo, não sabia o tamanho, mas quando tocou o hino vi a diferença que é jogar uma Copa pelo seu país. Ainda mais pelo Brasil, o país que tem mais títulos, que todos querem vencer. Eu fico feliz de estar aqui representando cada brasileiro, estar jogando com meu ídolo, com amigos que tenho aqui, e que essa união que temos possa nos levar para um lugar muito alto”, disse. 

 

Vinicius Júnior se tornou titular absoluto da Seleção Brasileira justamente na estreia da Copa – vitória por 2 a 0 sobre a Sérvia. Até então, havia uma dúvida sobre o encaixe do ataque da equipe. 

 

“Eu acredito que foi um processo normal. A comissão e o professor foram me dando argumentos de onde eu precisava melhorar para chegar no meu melhor nível e ser titular da Seleção. É complicado, tem muitos jogadores, o professor tem muitas opções. Cada vez que eu vinha para a Seleção eu voltava com algo que faltava para ser titular da posição”, explicou. 

 

O Brasil volta a campo nesta sexta-feira (9), às 12h, contra a Croácia, pelas quartas de final da Copa. Vinicius Júnior estará em campo.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Botafogo vence clássico contra Fluminense em partida pelo Campeonato Carioca

Em uma partida emocionante válida pela 11ª rodada do Campeonato Carioca, o Botafogo saiu vitorioso diante do Fluminense por 4 a 2, em um jogo disputado no Maracanã, no Rio de Janeiro. Com esse resultado, o Botafogo alcançou 20 pontos, enquanto o Fluminense ficou com 22 pontos na tabela. O time alvinegro não deu trégua

Bragantino vence o Santos e garante vaga nas quartas de final do Paulistão

O Santos sofreu uma derrota para o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista, levando preocupações para as quartas de final do Paulistão. Mesmo com dois jogadores a mais no segundo tempo, a equipe comandada por Fábio Carille não conseguiu reverter o placar de 1 a 0, marcado por Sasha aos 21 minutos do primeiro tempo.

Choque-Rei tem empate polêmico, e MorumBis recebe mais de 55 mil torcedores

O clássico Choque-Rei entre São Paulo e Palmeiras atraiu mais de 55 mil torcedores ao MorumBis, superando a presença do rival Santos na semana anterior. O jogo terminou neste domingo, 3, empatado em 1 a 1, com polêmicas envolvendo o uso do VAR. O São Paulo, líder do Grupo D, enfrentará o Ituano na última