Agenda Cultural SP: o Nordeste domina a programação do fim de semana

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

A cultura nordestina domina a programação dentro e fora de casa da agenda cultural deste fim de semana. A exceção é a indicação de cinema. Afinal, estamos na época de ver todos os filmes do Oscar.

No teatro, a dica é uma peça inédita de Ariano Suassuna. Em comemoração aos 50 anos de carreira, o Sesc Pompeia traz ao palco Geraldo Azevedo. Na Estação Pinacoteca, está a mostra mais abrangente sobre a produção do artista Jonathas de Andrade, que ocupou o pavilhão do Brasil na última Bienal de Veneza.

Em casa, tem indicação de podcast com sotaque do Cariri, série divertida sobre um nordestino que viaja no tempo sendo confundido com Lampião e o livro vencedor do Jabuti em 2022. Confira os detalhes.

Teatro:

Uma Mulher Vestida de SolA peça inédita de Ariano Suassuna traz uma versão sertaneja de Romeu e Julieta. A cerca, que divide duas propriedades, é o epicentro do conflito. De um lado, as terras do violento sanguinário fazendeiro Joaquim Maranhão, pai de Rosa; do outro, Antônio Rodrigues, agricultor pacífico e pai de Francisco. A briga por terra dos pais, no entanto, não impede que Rosa e Francisco se apaixonam profundamente.
CCBB-SP: Rua Álvares Penteado, 112 — Centro. Qua./sex.: 18h30; sáb./dom.: 17h. Ingressos: R$ 15. Site: ccbb.com.br. Até 12 de fevereiro.

Show:

Geraldo Azevedo — Voz & ViolãoCom mais de 50 anos de carreira artística, o cantor, compositor e violonista pernambucano Geraldo Azevedo lançou muitos sucessos que se fazem presentes na memória afetiva de diversas gerações. Seu show Voz & Violão, em formato intimista, conduz o público a grandes sucessos e músicas inéditas.
Sesc Pompeia: Rua Clélia, 93 — Pompeia. Site: sescsp.org.br. Sex. (3/2)/sáb.(4/2): 21h; dom.(5/2): 18h. Ingressos a partir de R$ 15.

GERALDO_AZEVEDO

Geraldo Azevedo faz show no Sesc PompeiaDivulgação

Fotograma de O peixe, 2016

Fotograma de O peixe, 2016, de Jonathas AndradeJonathas Andrade/Reprodução

UmaMulherVestida… -CarlosAtaíde e WilliamAmaral -foto de Erik Almeida -b

Carlos Ataíde e William Amaral em “Uma Mulher Vestida de Sol”Erik Almeida

o-som-do-rugido-da-onca-vencedor-jabuti-2022

O som do rugido da onça, vencedor do Prêmio Jabutidivulgação

BUDEJO

Podcast Budejodivulgação

Exposição:

Jonathas de Andrade: O rebote do boteA mostra celebra os quinze anos de carreira do artista alagoano, reunindo importantes obras, como “O peixe”, exibida na 32ª Bienal de São Paulo, e a produção mais recente. A exposição ocupa todo o quarto andar da Estação Pinacoteca.
Estação Pinacoteca: Lgo. General Osório, 66 — Centro. Qua./seg.: 10h/18h. Site:
pinacoteca.org.br. Grátis.

Cinema:

Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo TempoA produção lidera o número de indicações ao Oscar — foram 11, incluindo Melhor Filme, Roteiro, Direção e Atriz. Dirigido pela dupla Daniel Kwan e Daniel Scheinert, o longa conta a história de Evelyn Wang, que após uma ruptura interdimensional que bagunça a realidade, precisa usar seus novos poderes para lutar contra os perigos bizarros do multiverso.
Dir.: Daniel Kwan e Daniel Scheinert, 2022. Aventura/Ficção científica, 2h19m.

EM CASA

Série:

O cangaceiro do futuroDepois de uma pancada na cabeça, Virguley (Edmilson Filho) acorda em 1927 e descobre que é a cara de Lampião. O migrante nordestino, que vive passando perrengue em São Paulo, sonha em voltar rico para sua terra. A viagem ao passado pode ser sua oportunidade de virar o jogo. A direção é de Halder Gomes, o criador de Cine Holliúdy.
Série de sete episódios disponível na Netflix.

Livro:

O Som do rugido da onçaO livro parte do sequestro de duas crianças indígenas por exploradores alemães em 1817 para tratar da história do Brasil e seus traumas. Este é o quinto livro da escritora pernambucana Micheliny Verunschk e foi vencedor do Prêmio Jabuti em 2022.

Trecho:

E logo percebera que não se tratava apenas de matar o bicho. Era outra atividade. Primeiro, levavam sua alma para a pele do papel em tão perfeita conformidade que seria possível dizer que o bicho rastejaria, caso fosse cobra, ou voaria, caso fosse pássaro, para fora daquele frágil limite. Depois, o desencantamento prosseguia. E morrer era só uma parte muito pequena daquilo tudo.

“O Som do rugido da onça”, de Micheliny Verunschk. Companhia das Letras, 168 páginas. R$ 69,90.

Podcast BudejoO sotaque aqui é autêntico e a prosa é daquelas boas. Apresentado por Felipe Azevedo, a ideia inicial do podcast era falar sobre a cultura do Cariri a partir do Cariri. A política e a cultura pop, porém, invadem os programas. Os participantes partem de suas vivências para abordar temas que refletem do sul ao norte do país.
Disponível no Spotify e no site da Central 3, produtora do podcast.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

China chama de ‘fake news’ relatórios de que nadadores testaram positivo em exames antidoping

Pequim chamou de “fake news” os relatórios dos nadadores chineses que testaram positivo para um exame antidoping antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021, nesta segunda-feira (22). “Essas são notícias falsas que não correspondem à realidade”, afirmou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Wang Wenbin. A três meses da cerimônia de abertura dos

Ceni avalia Bahia próximo do terceiro gol no Barradão: ”Poderia ter mais calma”

Rogério Ceni foi destaque no Ba-Vi de número 498 deste domingo (21), no Barradão. O Bahia perdia por 2 a 0 diante do Vitória até Ceni realizar uma substituição tripla que mudou a cara do jogo. Biel e Everaldo garantiram o empate no placar, assegurando um ponto na terceira rodada do Campeonato Brasileiro em uma partida que

Jennifer Lopez finalmente vende cobertura por R$ 130 milhões após sete anos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Sete anos após colocar à venda sua cobertura em Nova York, Jennifer Lopez finalmente conseguiu passar o imóvel para frente. A atriz de 54 anos encontrou um comprador disposto a desembolsar os US$ 25 milhões (cerca de R$ 130 milhões) que ela pedia na casa. imóvel é uma "penthouse", uma