Fã de serial killers mata namorado com 22 facadas após piada macabra

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) – Uma mulher de 27 anos foi presa por esfaquear o namorado até a morte e disse em depoimento ao tribunal de Winchester, na Inglaterra, que mantinha fotos de assassinos em série emolduradas na parede do quarto porque eram “muito legais”.

O caso ganhou destaque na imprensa inglesa, após uma testemunha contar que ela fez uma piada macabra, de que o parceiro poderia virar um novo quadro na parede.

Shaye Groves diz que é fã de histórias de assassinos e crimes reais. Ela é suspeita de golpear 22 vezes Frankie Fitzgerald, de 25 anos, com uma adaga que mantinha debaixo do travesseiro.

“Não são fotos, são arte. Eu pensei que eles pareciam muito legais e é diferente”, declarou ela, durante uma audiência do caso, nesta semana.

O crime foi cometido no dia 17 de julho de 2022 e segundo a promotoria, Shaye ligou para uma amiga “dando risadinhas” após matar o namorado.

No seu quarto, a mulher mantinha retratos de notórios assassinos em série emoldurados, como Ted Bundy e Jeffrey Dahmer. Adagas “decorativas” e uma estante em forma de caixão também foram encontradas no local.

Um amigo dela disse aos jurados que os dois chegaram a “brincar” que Fitzgerald iria “acabar na parede porque havia espaço para ele”.

Shayne nega ter assassinado o jovem e ainda durante o depoimento disse que comprou a adaga celta para seus rituais, acrescentando que dessa forma reforçou suas conexões espirituais.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Biden sanciona lei que proíbe TikTok nos Estados Unidos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sancionou nesta quarta-feira (24) o projeto de lei que proíbe o TikTok nos Estados Unidos se a empresa proprietária ByteDance não se desfizer do aplicativo em nove meses. Nesta terça, a lei já havia sido votada pelo Congresso. A medida foi aprovada como

TikTok classifica proibição dos EUA como ‘inconstitucional’ e diz que vai recorrer contra decisão de Biden

Após os Estados Unidos aprovarem uma lei que pode proibir o uso do TikTok no país, e empresa chinesa emitiu uma nota e disse que vai recorrer e classificou a decisão como inconstitucional. O TikTok alertou que a proibição “devastaria sete milhões de empresas e silenciaria 170 milhões de americanos”, e acusou a decisão de

Estados Unidos prometem enviar ajuda militar à Ucrânia ‘nas próximas horas’

O presidente norte-americano, Joe Biden, assinou nesta quarta-feira (24) um plano que prevê 61 bilhões de dólares (cerca de R$ 320 bilhões) em ajuda militar e econômica à Ucrânia. Em seguida, prometeu enviar material militar “nas próximas horas” à Kiev. Segundo Biden, o plano irá “fortalecerá a segurança dos Estados Unidos e a segurança do