Comissão na Câmara aprova facilitação no parcelamento de débitos de pequenas e micro empresas

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Proposta altera a Lei Complementar que criou o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Apolicativo do Simples Nacional

Pequeno e micro empresário poderá ter parcelamento de dívidas facilitado

A Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 26, projeto de lei complementar que prevê a flexibilização do critério de parcelamento de dívidas tributárias de pequenas e micro empresas no Simples Nacional. Agora, antes de ser apreciada no plenário, a proposta segue para análise das demais comissões, como a de Finanças e Tributação e a de Comissão de Constituição e Justiça. De autoria do deputado federal Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF), o texto estabelece que deve ser de responsabilidade do comitê gestor do Simples Nacional fixar critérios, condições para rescisão, prazos e valores mínimos de amortização para parcelamento dos recolhimentos atrasados, podendo ser empregados meios digitais que facilitem a negociação por parte do devedor.

“Muitos empreendedores encontram dificuldades para pagar seus tributos e terminam acumulando débitos”, disse o relator da proposta, deputado federal Augusto Coutinho (Republicanos-PE), ao apresentar parecer favorável ao projeto. “Já há avanços tecnológicos que facilitam e dão agilidade a esses procedimentos, mas falta flexibilidade nas regras de parcelamento”, justificou. A proposta altera a Lei Complementar nº 123, de 2006, que criou o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Software capaz de gerar lucros de até R$ 538 por dia será liberado em breve; veja como ter acesso

A maior casa de análise financeira independente do Brasil se uniu a um dos maiores nomes do day trade para lançar uma ferramenta inédita. Trata-se de um software (programa semelhante a um aplicativo, mas utilizado em computadores) capaz de gerar até R$ 538,02 por dia , mesmo errando mais da metade das operações em que

Conselho da Petrobras decide liberar metade dos dividendos extraordinários retidos

O Conselho de Administração da Petrobras decidiu liberar metade dos dividendos extraordinários que estavam retidos, em reunião realizada na sexta-feira (19). A autorização para distribuir 50% do valor aos acionistas foi confirmada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A proposta de pagamento dos 50% restantes ainda será submetida à aprovação em Assembleia Geral Extraordinária

Emae é vendida por R$ 1 bi em primeira privatização do atual governo de SP

A estatal Emae (Empresa Metropolitana de Águas e Energia) foi arrematada, nesta sexta-feira (19), no primeiro leilão de privatização do governador do Estado de São Paulo Tarcísio de Freitas pelo Fundo Phoenix, administrado pela Trustee DTVM,  na B3, em São Paulo. O Fundo Phoenix, que tem entre seus cotistas o empresário Nelson Tanure, arrematou a