Ex-chefe da PRF, Silvinei Vasques pede emprego em empresa que recebeu milhões em sua gestão

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

 

O ex-chefe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Silvinei Vasques, agora aposentado, teria pediu emprego na Combat Armor Defense do Brasil, empresa que ele firmou o primeiro contrato do governo federal em 2020, quando estava superintendente da Polícia Rodoviária Federal do Rio de Janeiro, no valor de R$4,2 milhões. A informação foi dada à Agência Pública pelo CEO da própria empresa, Maurício Junot.

 

De acordo com o CEO, ele pediu a oportunidade juntamente com o ex-secretário executivo do Ministério da Justiça, Antonio Lorenzo, que era  o número 2 de Anderson Torres durante o governo do ex-presidente da República Jair Bolsonaro (PL). “Eles fizeram uma visita para mim lá (na sede da firma), deixando currículo, mas nenhum dos dois tem nenhum tipo de relacionamento comigo”, disse.

 

A Combat Armor Defense não atuou apenas no Rio. Quando Vasques assumiu a chefia geral da PRF, em 2021, a empresa vendeu seus serviços para as superintendências das polícias rodoviárias do Rio Grande do Norte, Paraná, Mato Grosso do Sul, Bahia, Santa Catarina e para o departamento nacional da corporação. Ao todo, a companhia recebeu R$33,5 milhões em pagamentos dos R$36,5 milhões em contratos firmados com a PRF, órgão vinculado ao Ministério da Justiça.

 

No início deste ano, a empresa contratou os serviços de consultoria de Antonio Lorenzo. Em janeiro, ele e Silvinei Vasques abriram empresas de consultoria, a F5 Consultoria e a Victory Consultoria, respectivamente. 

 

Silvinei Vasques é investigado por bloqueios ilegais em rodovias durante as eleições

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Flávio Dino empossado como novo ministro do Supremo Tribunal Federal

O Supremo Tribunal Federal, a partir desta quinta-feira (22), volta a trabalhar com a sua composição completa. Foi empossado como o mais novo ministro da Corte o ex-ministro da Justiça, ex-governador do Maranhão, ex-deputado e ex-senador Flávio Dino.    Indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e aprovado pelo Senado, Flavio Dino é o

Piano ao cair da tarde: “soco no coração” teria matado Alexei Navalny

A mãe de Alexei Navalny, o principal oposicionista ao tirano  Vladimir Putin, afirmou hoje que está sendo “chantageada” por autoridades russas.  Segundo Lyudimila Navalnaya, essas autoridades lhe disseram que Navalny, preso político condenado à prisão na Sibéria, morreu de causas naturais, uma evidente mentira — e acrescentaram que só liberariam o corpo se a família

Arrecadação federal atinge R$ 280 bilhões e bate recorde em janeiro

A arrecadação da União com impostos e outras receitas teve um aumento leve, atingindo R$ 280,63 bilhões em janeiro, de acordo com informações divulgadas pela Receita Federal. Esse valor representa um crescimento real de 6,67% em comparação com o mesmo período do ano anterior. É o maior montante registrado para o mês de janeiro desde