Kassab cobra de Nunes foco em zeladoria de SP em vez de obras mirabolantes

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

São Paulo — Principal articulador político do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), o secretário estadual de Governo, Gilberto Kassab (PSD), pediu para que o prefeito da capital, Ricardo Nunes (MDB), melhore as ações de zeladoria da cidade, especialmente no centro paulistano, em vez de investir em projetos considerados mirabolantes, como o da “motovia” na Marginal Tietê.

Kassab está preocupado com o impacto que o abandono da região central da cidade, que tem ocupado diariamente o noticiário, pode provocar não apenas no governo Tarcísio, que elegeu a revitalização do centro como uma de suas bandeiras, mas também nas eleições do ano que vem — tanto Kassab quanto o governador estão dispostos a apoiar a reeleição de Nunes desde que ele demonstre viabilidade eleitoral.

A cobrança de Kassab, feita por meio de interlocutores, ocorre após a gestão Nunes divulgar a setores da imprensa a ideia de tirar do papel dois grandes projetos de obras viárias: o de um túnel que passaria por baixo do Minhocão e a pista elevada para mtoso na Marginal Tietê.

Para Kassab, que já foi prefeito da capital (2006-2012) e se reelegeu em uma condição parecida com a de Nunes — ele era vice e assumiu a Prefeitura com menos da metade do mandato após a renúncia de José Serra (PSDB) —, as obras são caríssimas e não trariam dividendos políticos ao prefeito, uma vez que não ficariam prontas até a campanha eleitoral de 2024.

O entendimento no Palácio dos Bandeirantes é o de que Nunes pode ser um candidato viável caso consiga melhorar a qualidade do centro da cidade, com ações de zeladoria. A região, que abriga mais de mil usuários de drogas da Cracolândia, e milhares de moradores de rua, virou retrato do abandono da cidade, obrigando comerciantes a fecharem as portas — o setor é historicamente ligado ao grupo político de Kassab.

Tarcísio já mobilizou parte da equipe para propor soluções para a região até o ano que vem. O secretário da Segurança Pública, Guilherme Derrite, foi autorizado a instalar um novo batalhão da Polícia Militar destacado para a área central da cidade; o vice-governador, Felício Ramuth, aliado de Kassab, foi incumbido da tarefa de combate a Cracolândia; e o assessor especial Guilherme Afif está encarregado do projeto de transferência da sede administrativa do governo paulista para a região.

Na prática, o abandono do centro pela Prefeitura atrapalha as pretensões administrativas do governo Tarcísio para a região. O fracasso de um mina as ambições políticas do outro.

Ações nas ruasTécnicos de diferentes áreas do governo Tarcísio e da gestão Nunes têm feito reuniões semanais para discutir as ações na Cracolândia, que envolve abordagens sociais, de saúde e operações policiais, e de zeladoria em um perímetro mais amplo do centro.

Nunes tem dito aos aliados que está fazendo sua parte. Só na última semana, a Prefeitura colocou mais 60 equipes de limpeza das ruas no centro e iniciou um programa mais robusto de zeladoria na Praça da Sé, que foi cercada com grades nesta semana, para coibir vandalismo e consumo de drogas.

Além disso, as obras para a reforma do calçadão da região central começaram a ganhar tração e a Prefeitura deve abrir 1.200 vagas na Operação Delegada para ampliar o efetivo policial escalando PMs nos dias de folga, que ganham um adicional fazendo o chamado “bico oficial”. Quando Kassab foi prefeito da capital, ele expandiu esse modelo na cidade.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

No sul da Bahia, adolescente desaparece após sair da residência da namorada

Um adolescente desapareceu após deixar a residência da namorada na sexta-feira (23), no município de Coaraci, no sul da Bahia. Até o momento, não há nenhuma informação sobre o paradeiro dele. De acordo com a Polícia Civil, Flávio estava de motocicleta indo em direção a sua residência, na cidade de Itapitanga, quando não foi mais

Apartamento que pegou fogo em Campinas tinha munições e granada

São Paulo — Uma perícia realizada na manhã deste domingo (25/2) confirmou a presença de munições e de uma granada no interior de um apartamento que pegou fogo na noite de sábado (24/2), em Campinas, no interior de São Paulo. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), as munições “foram deflagradas em decorrência

Projeto apresentado por Capitão Alden busca aumentar pena para quem faz denunciação caluniosa

Já está tramitando na Câmara dos Deputados o primeiro projeto apresentado pelo deputado Capitão Alden (PL-BA) neste ano de 2024. O projeto do deputado baiano - o Pl 98/2024 - tem como objetivo alterar o Código Penal para estabelecer o aumento de pena na conduta tipificada como "Denunciação Caluniosa" que envolva ambiente familiar de coabitação.