Novo plano estratégico da Petrobras deverá ter energias renováveis como prioridade

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Segundo Mauricio Tolmasquim, indicado para assumir diretoria da empresa na área, documento só será divulgado no final de 2023

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Maurício Tolmasquim, gerente da Petrobras indicado para assumir diretoria de Transição Energética e Energias Renováveis

Maurício Tolmasquim, gerente da Petrobras indicado para assumir diretoria de Transição Energética e Energias Renováveis

A Petrobras já discute internamente o seu novo plano estratégico para o próximo quinquênio, mas segundo Mauricio Tolmasquim, gerente da empresa, o planejamento só deve ser divulgado em novembro de 2023. Segundo o executivo, a transição energética deverá aparecer como prioridade no novo plano. A estatal, inclusive, já está criando uma nova diretoria de transição energética e energias renováveis para cuidar do tema. O próprio Tolmasquim foi indicado para assumir a nova pasta, mas ainda não teve a aprovação interna. Para ele, a Petrobras está atrasada na questão, mas ainda é possível acelerar a questão e liderar o processo, dado o porte da empresa. O executivo frisou que o investimento na área é um caminho inevitável no setor de petróleo e gás, já que aqueles que não adotarem critérios de sustentabilidade deverão ter dificuldades para obter empréstimos. “Na parte de descarbonização, a Petrobras está muito adiantada, porque o nível de carbono emitido por ela é muito menor que a média mundial e de suas concorrentes. A gente tem que ganhar mais força na descarbonização dos produtos”, afirmou em um evento sobre sustentabilidade na sede do Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP). O atual plano estratégico da Petrobras (2023-2027) prevê investimentos de US$ 78 bilhões.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Fluxo cambial total registra saldo positivo de US$ 5,4 bilhões em 2024, diz Banco Central

O Banco Central divulgou nesta quinta-feira, 22, que o Brasil teve um saldo positivo de US$ 5,421 bilhões no fluxo cambial até o dia 16 de fevereiro de 2024. Esse resultado representa uma queda em relação ao ano anterior, quando o saldo foi de US$ 11,491 bilhões. O fluxo cambial atua como um avaliador da

Arrecadação federal atinge R$ 280 bilhões e bate recorde em janeiro

A arrecadação da União com impostos e outras receitas teve um aumento leve, atingindo R$ 280,63 bilhões em janeiro, de acordo com informações divulgadas pela Receita Federal. Esse valor representa um crescimento real de 6,67% em comparação com o mesmo período do ano anterior. É o maior montante registrado para o mês de janeiro desde

Receita Federal libera consulta de lote residual de restituição do Imposto de Renda

A Receita Federal iniciou nesta quinta-feira, 22, a disponibilidade para consulta do lote residual de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) referente a fevereiro de 2024. O pagamento está programado para o dia 29 deste mês e contemplará 208.323 contribuintes. Os lotes residuais são destinados aos contribuintes que caíram na malha fina e