Mourão, Damares e Moro. Veja lista de senadores que podem visitar Torres na prisão

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Nesta sexta-feira (5/5), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes autorizou que 38 senadores da República visitem o ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal Anderson Torres. O político está preso no 19º Batalhão da Polícia Militar do DF (PMDF) por suspeita de conivência ou omissão diante dos atos antidemocráticos cometidos contra as sedes dos Três Poderes, em Brasília, em 8 de janeiro de 2023.

A lista aprovada por Moraes contém nome de senadores como Damares Alves (Republicanos/DF), Hamilton Mourão (Republicanos/RS) e Sergio Moro (UB/PR).

Segundo Moraes, as visitas deverão ser realizadas sem acompanhantes e em grupos de, no máximo, cinco pessoas. A entrada de celulares será proibida, assim como a entrega de qualquer mensagem ao ex-secretário.

Além disso, as visitas só poderão ocorrer nos fins de semana e em datas previamente agendadas no comando do batalhão em que o ex-secretário está preso.

Veja a lista completa dos nomes autorizados:

Rogério Marinho (PL/RN) Styvenson Valentim (Podemos/RN) Oriovisto Guimarães (Podemos/PR) Tereza Cristina (PP/MS) Luis Carlos Heinze (PP/RS) Zequinha Marinho (PL/PA) Izalci Lucas (PSDB/DF) Rodrigo Cunha (UB/AL) Jaime Bagattoli (PL/RO) Cleitinho (Republicanos/MG) Carlos Viana (Podemos/MG) Laércio Oliveira (PP/SE) Ciro Nogueira (PP/PI) Esperidião Amin (PP/SC) Eduardo Gomes (PL/TO) Carlos Portinho (PL/RJ) Plínio Valério (PSDB/AM) Chico Rodrigues (PSB/RR) Jayme Campos (UB/MT) Magno Malta (PL/ES) Damares Alves (Republicanos/DF) Hamilton Mourão (Republicanos/RS) Efraim Filho (UB/PB) Eduardo Girão (Novo/CE) Alan Rick (UB/AC) Professora Dorinha Seabra (UB/TO) Wellington Fagundes (PL/MT) Astronauta Marcos Pontes (PL/SP) Jorge Seif (PL/SC) Mecias de Jesus (Republicanos/RR) Hiran Gonçalves (PP/RR) Vanderlan Cardoso (PSD/GO) Lucas Barreto (PSD/AP) Wilder Morais (PL/GO) Márcio Bittar (UB/SP) Sergio Moro (UB/PR) Samuel Araújo (PSD/GO) Irajá (PSD/GO) Barrados Apesar de autorizar a visita de alguns senadores, o ministro da Suprema Corte barrou a ida de Flávio Bolsonaro (PL/SP) e de Marcos do Val (Podemos/ES), porque os dois fazem parte da lista de investigados em inquéritos na Suprema Corte.

Veja trecho da decisão:

 

Moraes também negou a autorização para os senadores Fernando Dueire e Nelson Trad Filho, uma vez que os nomes dos políticos foram colocados na lista por outras pessoas, ainda não identificadas. Caso os parlamentares queiram visitar Anderson Torres, devem formular novo pedido no STF.

The post Mourão, Damares e Moro. Veja lista de senadores que podem visitar Torres na prisão first appeared on Metrópoles.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Valdemar e Torres destoam de Bolsonaro e militares e falam à PF sobre trama golpista

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, e o ex-ministro da Justiça Anderson Torres destoaram de outros aliados de Jair Bolsonaro (PL) e responderam às perguntas da Polícia Federal durante depoimento nesta quinta-feira (22) referente às investigações sobre os planos discutidos no fim de 2022 para um golpe de Estado contra

Flávio Dino é empossado como novo ministro do Supremo Tribunal Federal

O Supremo Tribunal Federal, a partir desta quinta-feira (22), volta a trabalhar com a sua composição completa. Foi empossado como o mais novo ministro da Corte o ex-ministro da Justiça, ex-governador do Maranhão, ex-deputado e ex-senador Flávio Dino.    Indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e aprovado pelo Senado, Flavio Dino é o

Reconhecimento Facial localiza em Salvador turista italiano que era procurado pela família

Um turista italiano foi localizado na quarta-feira (21), com o auxílio do Sistema de Reconhecimento Facial da Secretaria da Segurança Pública.    Ricardo Giorno era procurado pela família, que está na Itália, e foi identificado por uma das câmeras de videomonitoramento, quando passava pela Praça da Piedade, no Centro de Salvador.    Após a identificação