Vini Jr: presidente da CBF pede que Fifa tome medidas contra racismo

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos
O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ednaldo Rodrigues, enviou um ofício à Fifa nesta segunda-feira (22) pedindo que a entidade tome medidas esportivas e jurídicas para combater atos racistas.
 
O pedido da CBF acontece após mais um caso de racismo contra Vinícius Júnior, desta vez na derrota do Real Madrid contra o Valencia por 1 a 0 neste domingo (21). Torcedores no estádio Mestalla cantaram “mono” (“macaco”, em transcrição do espanhol) e um deles foi flagrado por uma TV espanhola fazendo gestos de macaco na direção do atacante.
 
– O racismo e a violência precisam ser combatidos com firmeza e veemência. Solicito, portanto, a sua atenção (ao presidente da Fifa, Gianni Infantino) para que todos os mecanismos possíveis, desportivos e jurídicos, sejam utilizados no combate a estes atos racistas, com o engajamento de toda a família do futebol – disse o presidente da CBF em um vídeo postado pela entidade.
 
O presidente da CBF pediu que as entidades responsáveis pelo futebol mundial combatam com mais força o racismo e deu o exemplo próprio.
 
– Não se pode mais ficar sendo apenas solidário com as vítimas do racismo, tem que ter um comprometimento de todas as autoridades. Esse tipo de crime pode ser combatido com penas desportivas. A CBF foi a primeira entidade que teve coragem em incluir no seu regulamento de competições penas desportivas para esse tipo de crime. Eu entendo que Conmebol, Uefa e Fifa têm também que fazer isso – completou Ednaldo.
 
No Regulamento Geral de Competições (RGC) da CBF para 2023, existe a previsão de punições por racismo que podem chegar até a perda de pontos. 
 
Na ocasião do anúncio das novas regras, em março deste ano, Ednaldo afirmou que é importante punir esportivamente, mas que a CBF também enviaria a súmula do jogo para o Ministério Público e a Polícia Civil para que “o processo não morra apenas na esferas esportiva. E que os infratores também sejam punidos pela lei”. 
 
A CBF afirma que também enviou o mesmo ofício à Uefa, Conmebol e Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), além de mandar uma cópia para Vinícius.

image

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Biden reduz vantagem de Trump na corrida presidencial 

Que as eleições presidenciais dos Estados Unidos neste ano será uma revanche do último pleito, não e mais novidade. Contudo, a disputa dever ser bastante apertada. Isso porque Joe Biden, atual presidente norte-americano, reduziu para dois pontos percentuais a vantagem do ex-mandatário Donald Trump, em um momento em que a maioria dos eleitores tem opiniões

Israel aumentará ‘pressão política e militar’ sobre o Hamas para garantir a libertação dos reféns

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse neste domingo que nos próximos dias seu país aumentará a “pressão política e militar sobre o Hamas” para garantir a libertação dos 133 reféns israelenses ainda retidos na Faixa de Gaza. “Em vez de abandonar suas posições extremistas, o Hamas está se beneficiando de nossas divisões e se sente

Dois helicópteros da Marinha do Japão caem no oceano e deixam um morto e sete desaparecidos

Dois helicópteros da Marinha do Japão, transportando oito tripulantes, caíram no Oceano Pacífico durante um voo noturno de treinamento na madrugada deste domingo, 21. O incidente ocorreu quando os helicópteros SH-60K da Força de Autodefesa Marítima perderam contato perto da ilha de Torishima, aproximadamente 600 quilômetros ao sul de Tóquio. O Ministro da Defesa do