Motim em penitenciária de Honduras deixa 41 mulheres mortas

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Ao menos 41 mulheres morreram, nesta terça-feira (20/6), durante um motim em uma penitenciária feminina a cerca de 20 km de Tegucigalpa, capital de Honduras.

De acordo com informações preliminares do porta-voz da polícia Edgardo Barahona, a maioria das vítimas foi queimada até a morte. Até o momento, não foi possível identificar se todas eram detentas.

O motim ocorreu no Centro Femenino de Adaptación Social (Cefas). Segundo relatos, uma quadrilha entrou na cela de um grupo rival e ateou fogo no local.

Veja cortina de fumaça causada pelo incêndio na penitenciária:

| REVUELTA MORTAL EN CÁRCEL DE MUJERES DE HONDURAS

Caos total se vive dentro del Centro Femenino de Adaptación Social (Cefas) donde se registró una revuelta que hasta el momento deja más de 25 personas muertas y múltiples heridas. pic.twitter.com/GymPUInMoV

— Sivar News (@SivarNewsSV) June 20, 2023

A representante dos familiares das presas, Delma Ordoñez, disse à imprensa local que essa parte da prisão foi “completamente destruída”.

Ao menos 43 presos morrem durante motim em penitenciária do Equador

Nas redes sociais, a vice-ministra da Segurança de Honduras, Julissa Villanueva, informou que está “autorizada a intervenção imediata” na penitenciária.

Além disso, ela declarou “situação de emergência”. “Não toleraremos atos de vandalismo ou irregularidades nesta cadeia”, escreveu Villanueva.

“Não toleraremos atos de vandalismo ou irregularidades nesta cadeia”, escreveu Villanueva

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Lula perdeu a eleição para Bolsonaro e o Brasil vive sob uma ditadura

Perde seu tempo Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal e condutor do inquérito que apura atentados à democracia, quando ensina aos que não querem aprender, seja por lhes faltar inteligência, seja por indiferença ou ideologia: “Não existe crime de golpe de Estado, porque, se tivessem dado o golpe, quem não estaria aqui seríamos

Rui Costa minimiza ato de Bolsonaro e diz que ex-presidente confessou crimes cometidos

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, avaliou que o ato do ex-presidente Jair Bolsonaro na Avenida Paulista no domingo, 25, ficou aquém do que foi divulgado pelos organizadores. Em sua avaliação, contudo, a surpresa foi em relação ao conteúdo das falas do ex-chefe do Executivo, o que o ministro analisa como uma confissão de

Além da FAB: PMs e bombeiros perderam R$ 4 mi em golpe da pirâmide

Não foram só os oficiais da Força Aérea Brasileira (FAB) que foram vítimas em um esquema de pirâmide. Policiais militares, bombeiros, empresários, servidores federais e até mesmo um gerente de um banco em São Paulo viram o dinheiro sumir após caírem em um suposto golpe. Um levantamento feito por ex-funcionários da S.A Consultoria, Assessoria e