Um por um, analisamos a Seleção que jogará de camisa preta pela 1ª vez

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Amistoso Brasil x Guiné, neste sábado (17/6), no RCDE Stadium, em Barcelona, às 16h (horário de Brasília). A Seleção Brasileira, numa ação antirracista – ainda sem um técnico de verdade – entrará em campo pela primeira vez na história com o uniforme preto.

A seguir, a provável formação inicial do time brasileiro e uma análise da coluna para os onze escolhidos pelo interino Ramon Menezes.

Weverton – Na impossibilidade de Alisson (lesionado) não ser escalado, o goleiro do Palmeiras terá uma chance. Ele é muito bom, seguro e confiável;

Danilo – Não é (nunca foi) o dono absoluto da posição, como foram Cafu e Daniel Alves, por exemplo. O Brasil ainda procura um camisa 2;

Marquinhos – Já foi o melhor zagueiro da Europa. Hoje não é mais. Mas é um dos poucos titulares indiscutíveis;

Thiago Silva – Se estamos em fase de renovação, nem deveria estar mais no grupo. Já deu o que tinha de dar;

Ayrton Lucas – É o melhor lateral-esquerdo que temos na atualidade. Precisa só provar isso com a camisa da Seleção;

Casemiro – Também está quase no fim do seu ciclo. Viveu altos e baixos no Manchester United, e pode estar abalado com o recém-descoberto escândalo da amante;

Joelinton (foto em destaque) – Uma novidade no meio de campo. Jogador pouquíssimo conhecido no Brasil, começou no Sport Recife, e vive boa fase no Newcastle, da Inglaterra. A escolha por ele é mais ou menos como jogar uma moedinha para o alto, sem saber se vai dar cara ou coroa;

Paquetá – Muita mídia, pouco futebol. Sinceramente, não sei quem é o seu padrinho na CBF, mas deve ser alguém muito bem relacionado com os cartolas;

Rodrygo – Já não é mais um jogador de futuro. É um jogador do presente. A renovação da Seleção começa com nomes como este;

Richarlison – O cara jogou 27 partidas pelo Tottenham e fez somente um gol. Mas chegou cheio de marra na Seleção, dizendo que é o dono da camisa 9. Talvez, só Ronaldo ou Romário teriam o direito de falar isso. Mereceria o banco só por causa dessa falta de respeito;

Vini Jr. – O melhor jogador brasileiro em atividade. Tite nunca soube usá-lo; nunca confiou nele. Ramon Menezes não vale, mas o técnico que chegar vai precisar saber aproveitar o seu extraordinário potencial.

 

Dia de Brasil! Dia de importante passo na luta contra o racismo!!!

Contra o racismo não tem jogo. Pela primeira vez na história, Seleção Brasileira usará um uniforme todo preto para enfrentar Guiné, no RCDE Stadium, em Barcelona.

Vamos pela vitória dentro e fora dos campos.… pic.twitter.com/9zihpP5hzY

— CBF Futebol (@CBF_Futebol) June 17, 2023

 

Para acompanhar as atualizações da coluna, siga o “Futebol Etc” no Twitter; e também no Instagram.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu celular? Entre no canal do Metrópoles no Telegram e não deixe de nos seguir também no Instagram!

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Com gol no último minuto, Palmeiras busca virada, vence Del Valle e assume a liderança do Grupo F

O Palmeiras venceu, de virada, o Independiente Del Valle por 3 a 2, nesta quarta-feira (24), pela terceira rodada da Libertadores. Quem viu o primeiro tempo do Palmeiras diante do Dell Valle não imaginaria que o time seria capaz de virar sobre o time equatoriano. A equipe de Abel Ferreira fez um primeiro tempo muito

Flamengo perde para Bolívar de 2 a 1 e dá tchau para sua invencibilidade em 2024

Fim da invencibilidade. Eram 20 jogos sem perder, mas o Flamengo que ainda sofreu sua primeira derrota em 2024, nesta quarta-feira (24), ao ser derrotado pelo Bolívar por 2 a 1, em jogo válido pela terceira rodada da Libertadores. Com o resultado, a equipe boliviana chegou aos nove pontos, contra quatro da equipe brasileira. Millonarios-COL

Com Bruninho, Lucarelli e Wallace, Bernardinho convoca jogadores para a Liga das Nações

Bernardinho anunciou nesta quarta-feira (24) a convocação de mais seis jogadores para completar o grupo que já treina no CT da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), em Saquarema, com destaque para Bruninho e Lucarelli. O levantador, que é filho do treinador, é nome certo na equipe titular, com Brasília, assim como Lucarelli, que deve ser