Justiça determina soltura de Walter Delgatti Neto, hacker da “Vaza Jato”

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

A 10ª Vara Federal de Brasília, através do juiz Ricardo Leite, determinou a soltura de Walter Delgatti Neto, conhecido por ser o hacker da “Vaza Jato”. A decisão foi anunciada nesta segunda-feira (10). No mês passado, Delgatti foi detido por não cumprir com as medidas restritivas impostas pelo Judiciário. 

 

Após a decisão de soltura da Justiça, Delgatti, vai responder em liberdade e utilizará tornozeleira eletrônica, além de ter uma série de outras obrigações. O acusado vai precisar enviar um relatório mensal por e-mail ao delegado do caso detalhando suas atividades na internet, além de manter endereço atualizado e avisar à polícia caso precise se ausentar de São Paulo por um período maior que o de 48 horas.

 

Walter Delgatti havia sido preso em 2019 na Operação “Spoofing”, que apura invasão de contas de Telegram de autoridades, dando origem a chamada “Vaza Jato”.

 

Delgatti foi acusado pela  Polícia Federal por usar um e-mail vinculado a uma conta bancária para angariar doações por meio de Pix, além de ter tirado fotos para comprovar a veracidade da identidade em sites de compras feitas depois  da proibição de acesso à internet.

 

A PF apontou também que ele não se encontrava nos endereços fornecidos pela Justiça em Araraquara e Ribeirão Preto 

 

As mensagens vazadas após a invasão de Delgatti, contribuíram para mudar a posição de parte do Judiciário e garantir a anulação de processos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Por causa das ações o hacker responde na Justiça por interceptação telefônica ilegal e invasão de dispositivo informático. 

 

Após o caso, ele ainda se encontrou com aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro durante a última campanha, em agosto do ano passado.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Vídeo: mulher tenta atear fogo no ex-marido em ônibus no interior

São Paulo — Uma mulher foi presa depois de tentar atear fogo no ex-marido, na tarde da quinta-feira (22/2), em Campinas, no interior de São Paulo. Uma briga pela guarda dos filhos teria sido o estopim para a reação da mulher. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, a mulher de 52 anos foi presa em

TRE-BA reabre posto de atendimento ao eleitor em Baixa Grande após quatro meses

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) reabre, nesta sexta-feira (23), o posto de atendimento ao eleitor no município de Baixa Grande, na região da Bacia do Jacuípe. O local estava sem funcionar desde outubro do ano passado e voltará a ofertar os serviços eleitorais, de 9h às 13h, nas quartas e sextas-feiras.   O

Governo inicia processo de regulação fundiária de Quilombo onde Mãe Bernadete foi assassinada

A comunidade quilombola Pitanga dos Palmares, localizada entre os municípios de Simões Filho e Candeias, na Região Metropolitana de Salvador, deu mais um passo para ter a regularização fundiária do seu território aprovada.    A Superintendência de Desenvolvimento Agrário (SDA), órgão vinculado ao governo do estado, publicou portaria na edição desta sexta-feira (23), do Diário