Sthefany Brito e o pai chegam ao hospital onde Kayky está internado

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

A atriz Sthefany Brito chegou ao Hospital Miguel Couto, no Leblon, na Zona Sul, acompanhada do pai, Joseph, para visitar o irmão, Kayky Brito, vítima de um atropelamento na madrugada deste sábado (2/9). O acidente aconteceu na Avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O ator foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para a unidade hospitalar em estado grave, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde. A Polícia Militar do estado informou que o motorista responsável pelo atropelamento não estava alcoolizado no momento do acidente. Ele foi conduzido à 16ªDP e ao IML, onde realizou o exame de alcoolemia.

Fontes da colunista Fábia Oliveira afirmam que o artista sofreu politrauma e traumatismo craniano. O hospital ainda não divulgou um boletim médico oficial sobre o estado de saúde de Kayky.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

TRT-BA homologa acordo dos Correios para prevenção de assédio moral e sexual na estatal

O Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT-BA) homologou o acordo da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT)  com o Ministério Público do Trabalho (MPT-BA) para a prevenção de assédio moral estrutural e organizacional na estatal. Dezenas de trabalhadores da compareceram ao auditório do Tribunal Pleno na última sexta-feira (1º) para assistirem à homologação. 

Operação busca dois suspeitos de matar advogado no RJ; um deles é PM

Operação deflagrada nesta segunda-feira (4) está em busca de dois suspeitos de envolvimento na morte do advogado Rodrigo Marinho Crespo, morto a tiros na Avenida Marechal Câmara, no Centro do Rio de Janeiro, no dia 26 de fevereiro - próximo às sedes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), do Ministério Público e da Defensoria

Saiba como é a vida de Anna Carolina Jatobá fora da cadeia

Desde que passou a cumprir a pena de 26 anos e oito meses em regime aberto, ou seja, fora da prisão, Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada Isabella Nardoni, assassinada aos 5 anos em 2008, foi flagrada aproveitando a vida fora das grades. Ela foi vista mergulhando na praia do Guarujá, em São