TAGS

Comissão de Saúde da ALBA visita Maternidade Maria da Conceição de Jesus

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

A Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), presidida pelo deputado Alex da Piatã (PSD), visitou nesta terça-feira (3), a Maternidade Maria da Conceição de Jesus (MMCJ), no bairro de Coutos, em Salvador, com o objetivo de conversar sobre as demandas do local.

 

A unidade de saúde é referência no atendimento especializado de assistência às intercorrências na gestação, às emergências obstétricas, ao parto e nascimento, aos neonatos e às mulheres em situação de abortamentos. Inaugurada em 31 de maio de 2021, a maternidade foi batizada com o nome da servidora pública e enfermeira Maria da Conceição, que dedicou 30 anos de serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS), e foi a primeira trabalhadora de saúde na Bahia a morrer vítima da Covid-19.

 

Os integrantes do colegiado foram recepcionados pelo corpo gestor da MMCJ, comandado pelo diretor-geral, Dr. Amado Nizarala, que fez uma longa explanação sobre o funcionamento da maternidade. O médico uruguaio falou sobre a emergência 24 horas com assistência para mães e bebês, além do acolhimento e classificação de risco. Com instalações físicas, equipamentos e recursos humanos especializados, a unidade de saúde dispõe de 107 leitos no total, que prestam acolhimento às mulheres de alto risco, risco habitual, abortamento e aborto legal.

 

Mães e filhos também recebem atenção da equipe nos leitos da Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal (Utin); na Unidade de Cuidados Intermediários (Ucinco); na Unidade de Cuidados Intermediários Canguru (Ucinca); na Casa de Parto Neonatal (CPN); no Centro de Recuperação Pós-Anestésico (CRPA); nas enfermarias Pré-parto, Parto e Puerpério (PPP); e ainda nas emergências e nos leitos Mãe/Hospedagem.

 

PARQUE DE SERVIÇOS

Durante o encontro foi destacado a diversificado do parque de serviços da maternidade com as cirurgias de Mamoplastia, o serviço de Aborto Legal previsto em lei, o projeto Tum-Tum, com a detecção precoce de cardiopatia fetal, e o projeto TMI, Todas as Mães Importam, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (Sesab) e o Hospital Albert Einstein, de São Paulo.

 

Desde a sua implantação, ocorrida há dois anos e quatro meses, a Maternidade Maria da Conceição de Jesus já realizou um total de 8.889 partos, sendo 6.153 partos normais (69,23%) e 2.736 cesarianas (30,77%). A instituição de saúde, que faz em média 350 partos por mês, desenvolve também projetos para a inclusão de grupos de mulheres quilombolas, marisqueiras e lideranças das associações de moradores, com a finalidade de melhorar a convivência com a comunidade da periferia de Salvador.

 

NOVOS DESAFIOS

O deputado Alex da Piatã se mostrou disposto a encarar os desafios da instituição de saúde, que – dentre outras demandas – quer uma adequação do espaço de bioimagem, implantação de um banco de leite materno, expansão do almoxarifado, construção do auditório e salas de pesquisa e principalmente uma UTI materna, extremamente necessária para situações críticas.

 

“Esta maternidade é um exemplo de como fazer saúde pública. A direção solicitou o apoio dos parlamentares para algumas melhorias que a maternidade está precisando, em termos de estrutura física e de equipamentos, e a Comissão de Saúde da Assembleia vai se empenhar ao máximo para convencer o governador Jerônimo Rodrigues a fazer esses investimentos”, assegurou o presidente do colegiado.

 

Outros três deputados da comissão também participaram da visita às dependências da MMCJ, conhecendo detalhes sobre o atendimento humanizado oferecido à população baiana. O deputado Jordavio Ramos (PSDB), que ainda este ano se forma em Medicina e tem cinco médicos na família, ressaltou que a maternidade é uma referência na área, demonstrando a vontade de levar a experiência para a região de Juazeiro, cidade onde sua mãe é prefeita.

 

O deputado Ricardo Rodrigues (PSD) declarou ter ficado encantado com a assistência de excelência pública às mães e recém-nascidos, garantindo que a implantação de uma maternidade é uma das maiores solicitações da Região de Irecê. A deputada Ludmilla Fiscina (PV) salientou que a equipe da maternidade sempre tenta colocar projetos novos, como atendimento às vítimas de violência, frisando que os deputados da comissão “vão verificar uma forma de como podem estar avançando no objetivo de dar essa acolhida para mais mulheres que constantemente estão em busca de ter seu bebê”

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Jovem morre após descarga elétrica quando fazia serviço em prédio de prefeitura na Bahia

Um homem morreu na manhã desta quinta-feira (22) vítima de um choque elétrico quando fazia um serviço na prefeitura de Araci, na região sisaleira. Segundo o Calila Notícias, parceiro do Bahia Notícias, a vítima, identificada como Getúlio Rios, estava no telhado da sede da prefeitura quando a peça de metal que ele estava tocou na

CBF condena atentado contra ônibus do Fortaleza: “Lamentável e inadmissível”

Em nota divulgada na manhã desta quinta-feira (22), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) condenou o atentado contra o ônibus do Fortaleza ocorrido na noite da última quarta (21), após o jogo contra o Sport, pela Copa do Nordeste. A entidade destacou a busca por punição aos envolvidos.   "Desejo pronta recuperação a todos os

Eleição para vagas de desembargador titular e substituto do TRE-BA é marcada para próxima semana

O Pleno do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) vai escolher na próxima quarta-feira (28), às 8h30, dois novos nomes que irão compor o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) a partir deste ano.    Por eleição direta, com voto secreto, os desembargadores irão definir quem vai ficar no lugar do ex-presidente do TRE-BA, Roberto Maynard Frank