Feira de Frankfurt recebe críticas após cancelar premiação de escritora palestina

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos
livro

Escritores, intelectuais, editores e agentes literários renomados estão protestando contra a decisão da Feira do Livro de Frankfurt de cancelar a cerimônia de premiação da escritora palestina Adania Shibli. Ela é a vencedora do prêmio LiBeraturpreis deste ano, mas o evento foi cancelado devido ao início da guerra em Israel. A decisão gerou indignação. Uma carta aberta, assinada por mais de 600 pessoas, pede que a feira reconsidere sua posição. O livro de Shibli, intitulado “A Minor Detail”, conta a história verídica do estupro e assassinato de uma menina beduína palestina por soldados israelenses em 1949. A obra foi publicada pela editora alemã Berenberg Verlag. A autora participaria de uma conversa com o tradutor de seu livro para o alemão, Günther Orth, durante a feira.

O prêmio LiBeraturpreis é concedido pela Litprom, uma organização fundada pelo governo alemão e pela Feira do Livro de Frankfurt. O diretor da feira, Juergen Boos, condenou os ataques do Hamas contra Israel e anunciou a criação de momentos adicionais para dar voz aos israelenses durante o evento. No entanto, a decisão de cancelar a cerimônia de premiação de Shibli tem sido criticada por silenciar a voz da autora palestina. Importante evento do mercado editorial mundial, a feira já enfrentou críticas no passado, como a participação de editoras de extrema-direita e o boicote do Irã devido à presença do escritor Salman Rushdie. Em 2022, devido à invasão da Ucrânia pela Rússia, a organização vetou o estande coletivo russo e ampliou o espaço para editores e autores ucranianos.

 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Pais são acusados de agredir gêmeas de cinco semanas até à morte

O casal Angelina Belinda Calderon e Fernando Vega, ambos com 21 anos, chocou a comunidade de Houston, no Texas, ao ser acusado de agredir fatalmente suas duas filhas gêmeas de apenas cinco semanas de idade. O trágico acontecimento deixou  todos consternados. Após a morte das crianças, o casal criou uma página de arrecadação de fundos

Homem corre a maratona de Londres e para 25 vezes para beber vinho

Um enólogo participou da maratona de Londres, no Reino Unido, com um objetivo solidário peculiar. No entanto, quem o observasse parando constantemente durante a prova poderia questionar sua sanidade mental. Tom Gilbey decidiu fazer pausas para beber um copo de vinho durante a corrida, em um desafio para testar sua habilidade em identificar a bebida.

Biden assina lei que pode proibir TikTok nos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou um projeto de lei nesta quarta-feira (24) que proíbe o TikTok no país, a menos que a empresa proprietária ByteDance se desfaça do aplicativo em nove meses. A medida foi aprovada pelo Congresso na terça-feira (23) e faz parte de um pacote de ajuda de US$ 95