Daniel Alves tem quarto pedido de liberdade negado e deve ficar preso na Espanha até o julgamento

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto


000 337g4h2 easy resize.com

A Justiça da Espanha voltou a se manifestar pela permanência do ex-jogador Daniel Alves na prisão até que ele seja julgado pela acusação de violência sexual contra uma jovem de 23 anos em uma boate de Barcelona no fim de 2022. O argumento para negar o pedido de liberdade provisória é de que o futebolista em breve será julgado no caso. Daniel Alves já teve quatro pedidos de habeas corpus negados pela Justiça espanhola. Vale ressaltar que as autoridades do país temem que, uma vez em liberdade provisória, o atleta deixe o território espanhol. A expectativa é de que ele seja julgado no começo de 2024. O Ministério Público Espanhol já se manifestou favorável à condenação do ex-jogador e quer uma pena de nove anos de reclusão. Como o caso é de extrema gravidade e de grande repercussão, não foi estabelecida fiança para Alves, que está preso desde janeiro em uma penitenciária, onde aguarda julgamento.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

São Paulo bate Inter de Limeira com assistência de James e gol de Ferreira

A partida da quinta rodada do Campeonato Paulista disputada pelo São Paulo e pelo Inter de Limeira nesta quarta-feira, 28, pôs fim a série de quatro jogos sem vitória do tricolor paulista, que venceu o Inter por 3 a 0 no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A reestreia de James Rodríguez garantiu assistência e até

STJ marca data do julgamento de Robinho

A data para o julgamento de Robinho no Brasil foi marcada para o dia 20 de março pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ele foi sentenciado em última instância a nove anos de prisão na Itália pelo crime de estupro contra uma mulher da Albânia em uma boate em Milão, em 2013. A pedido da

Vitor Pereira rebate críticas de Fábio Santos e o chama de ‘covarde’: ‘Tem que me agradecer’

O técnico Vitor Pereira chamou o lateral-esquerdo recém-aposentado Fábio Santos de covarde ao rebater as declarações do ex-jogador sobre o período em que trabalharam juntos no Corinthians. “Andou oito meses sorrindo para mim e para minha comissão técnica, de aparente boa relação com todos. E vem agora, após esse tempo todo, dar essa entrevista covarde. Pois