MC Loma diz que está usando ‘bombinha de ar’ após vício em vape

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – MC Loma, 21, usou as redes sociais para desabafar sobre o vício em cigarro eletrônico, popularmente conhecido como vape.

Nos Stories do Instagram, a cantora disse que o vape causou problemas em sua saúde e, por isso, está usando bombinha de ar para melhorar a sua respiração.

Ofegante durante uma caminhada ao lado das amigas Mariely e Mirella Santos, ela desabafou.

“Minha gente, não fumem mais vape. Tinha rios e rios de vape na minha casa e Mariely jogava sacolas no lixo, de caixas. Aí um dia parei de fumar. No que parei de fumar estou sentindo que minha respiração está melhor, mas mesmo assim eu estou ruim, tendo que usar bombinha de ar”, contou.

“Não fumem vape, minha gente, de verdade. Estou falando sério.” MC Loma
Vale destacar que os cigarros eletrônicos são proibidos no Brasil. Isso significa também que esses aparelhos não passam por qualquer teste de qualidade ou de segurança para uso.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Natiruts anuncia fim da banda e turnê de despedida

Após quase 30 anos de estrada, a banda Natiruts anunciou o fim da carreira. A notícia pegou os fãs de surpresa, mas a banda já planejou uma turnê de despedida pelo Brasil, intitulada "Leve Com Você". Uma história de sucesso: Fundada em 1996, a banda se tornou um dos maiores nomes do reggae brasileiro, com

Iphan reconhece chorinho como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) declarou o choro como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil. A cerimônia para oficializar a decisão do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural foi realizada nessa quinta-feira (29/2), no Clube do Choro de Brasília. O pedido de reconhecimento foi apresentado pelo Clube do Choro de Brasília, pelo Instituto

Polícia encontra corpo que seria de ator desaparecido da Record e prende dois pelo crime

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Civil do Rio de Janeiro encontrou o corpo que seria de Edson Caldas Barboza, 29, ator da Record que estava desaparecido desde o início do mês passado. Também prendeu dois homens que agora são investigados pela morte e fazem parte de uma associação criminosa especializada na prática de