Aluguel residencial tem queda de 0,37% em novembro, aponta FGV

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto


140dsc4686.182702

De acordo com o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), os aluguéis residenciais apresentaram uma queda de 0,37% em novembro, após terem registrado um aumento de 1,80% no mês anterior. Esses dados foram divulgados pelo Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR). No acumulado de 12 meses, o índice apresentou um aumento de 7,43%, o mesmo resultado observado no mês anterior. Quando analisamos as quatro capitais que fazem parte do índice da FGV, é possível observar que o aluguel residencial em São Paulo teve uma queda de 0,98% em novembro, após uma redução de 0,75% em outubro. Já no Rio de Janeiro, o índice passou de uma redução de 1,65% para um aumento de 2,83% no mesmo período. Em Belo Horizonte, houve uma queda de 1,41%, após um aumento de 1,17%, e em Porto Alegre, o aluguel residencial registrou uma queda de 0,67%, após um aumento de 8,67%. No acumulado de 12 meses, os aluguéis em São Paulo tiveram um aumento de 5,48%, em Belo Horizonte o aumento foi de 10,26%, no Rio de Janeiro foi de 9,27% e em Porto Alegre foi de 6,66%.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Secretário de Haddad propõe no G20 discussão sobre tributação de heranças e de grandes empresas

O secretário de política econômica do ministério da Fazenda, Guilherme Mello, disse nesta quarta-feira, 28, que a tributação sobre grandes heranças e sobre o lucro de grandes empresas estará presente na pasta nas próximas reuniões do G20. “O Haddad já mencionou mais de uma vez sua preocupação sobre essa temática e trouxe o que entendemos

Renda média do brasileiro chega a R$ 1.893 por pessoa, aponta IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feira, 27, dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) que mostram que a renda domiciliar per capita nominal dos brasileiros ficou em média de R$ 1.893 em 2023. As informações são divulgadas conforme determinação da Lei Complementar 143/2013, que dita os

Bilionários precisam pagar mais impostos, diz Haddad em reunião do G20

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta quarta-feira, 28, que os bilionários precisam pagar mais impostos. “Precisamos admitir que ainda precisamos fazer com que os bilionários do mundo paguem sua justa contribuição em impostos”, disse. “Chegamos a uma situação insustentável, em que os 1% mais ricos detêm 43% dos ativos financeiros mundiais e emitem a