Brasil não será instrumento de ‘incidente diplomático’ entre Venezuela e Guiana, diz Múcio

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos
fup20230517199

O ministro da Defesa, José Múcio, se reuniu com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nesta sexta-feira, 8, para conversar sobre a disputa entre Venezuela e Guiana por Essequibo. Em conversa com jornalistas, o responsável pela pasta afirmou brevemente sobre o papel do Brasil no conflito. “Estamos atentos para que não sejamos instrumento de um incidente diplomático que envolve dois vizinhos”, disse Múcio, antes de conversar com o chefe do Executivo. A declaração acontece em meio ao aumento na tensão da América do Sul e a preocupação de órgãos internacionais. Também nesta sexta, O Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) marcou uma reunião a portas fechadas para discutir o assunto. O mesmo fez a OEA (Organização dos Estados Americanos), que classificou as ações venezuelanas como agressivas e ilegais.

Segundo o ministro José Músico, o encontro com o presidente da República também será utilizado para debater sobre duas Proposta de Emenda Constitucional (PEC) de interesse do seu ministério e que tramitam no Congresso Nacional. Uma é a PEC que pode proibir militares da ativa de se candidatarem, o que vai na direção dos interesses do Palácio do Planalto. O outro texto é sobre a previsibilidade orçamentaria militar, que destina o mínimo de 2% do Produto Interno Bruto (PIB) para Defesa.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Cuba pede ajuda à ONU por escassez de leite a menores de 7 anos no país

O governo de Cuba solicitou ajuda ao Programa Mundial de Alimentos (PMA), um dos braços da ONU, pela primeira vez. O país tem enfrentado dificuldades para continuar entregando leite a crianças menores de sete anos. Um comunicado oficial de governo cubano foi enviado ao PMA, que já está agilizando o envio de leite em pó

Juiz que ordenou multa de milhões a Trump recebe envelope com pó branco

Um envelope que continha um pó branco e que estava enderençado ao juiz que considerou Donald Trump culpado num caso de fraude gerou momentos de pânico num tribunal em Nova York, nos Estados Unidos. De acordo uma fonte próxima da situação, citada pelas publicações internacionais, o envelope nunca chegou ao juiz e questão, Arthur Engoron.

Morre Cat Janice, cantora que viralizou com música para garantir o futuro do filho

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Cat Janice, a cantora que viralizou em janeiro com música feita para o filho, morreu nesta quarta-feira (28) aos 33 anos. A notícia foi divulgada pelo seu perfil nas redes sociais. Ela enfrentava um câncer no pulmão desde julho do ano passado. "Na manhã de hoje, na casa onde passou