Piloto da Honda Racing vence a grande final da Superbike em Interlagos, dá show na última volta e conquista o vice-campeonato

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 4 minutos
whatsapp image 2023 12 04 at 22.20.09

Os apaixonados por motovelocidade que lotaram as arquibancadas do circuito de Interlagos foram contemplados com o show de habilidade do piloto Guilherme Brito, da Honda Racing, que depois de largar na sexta colocação assumiu a ponta da prova e recebeu a bandeira quadriculada na primeira colocação. Uma vitória valorizada pela bela disputa entre o piloto brasileiro e o uruguaio Maxi Gerardo. A Jovem Pan marcou presença na grande final da Superbike.

Acompanhe os melhores momentos da nossa cobertura:

Superbike Pro, uma corrida com uma das mais espetaculares últimas voltas em Interlagos

Guilherme Brito venceu com a motocicleta Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP e encerrou a temporada com o vice-campeonato da categoria SuperBike Pro. A etapa final também apontou Léo Marques e Juninho Moreira como os campeões das classes Honda Jr Cup e Copa Pro Honda CBR 650R, respectivamente. Outro destaque em Interlagos foi a presença dos pilotos oficiais da Honda Racing nas modalidades Motocross, Enduro e Rally, além de Eric Granado, que possui quatro títulos no SuperBike Brasil e representou o país no Campeonato Mundial de Superbike 2023. “Foi um dia muito especial. Recebemos os pilotos, colaboradores e parceiros no espaço exclusivo da Honda em Interlagos. Depois de tanto trabalho e bons resultados em 2023, foi fundamental estarmos juntos e fazermos uma grande confraternização, para marcar o encerramento da temporada de competições”, disse Marcelo Langrafe, diretor comercial da Honda.

A prova da classe principal, a SuperBike Pro, teve duelo acirrado entre Guilherme Brito e o uruguaio Maxi Gerardo, que confirmou o título da temporada de 2023.  Depois de se revezarem na primeira colocação, o brasileiro cruzou a linha de chegada na frente, com diferença mínima para o adversário. “A última etapa foi boa. Conseguimos sair com a vitória. É importante também, mas claro que a gente queria sair com o título. Foi um ano bom, ganhamos mais da metade das corridas, pena que tivemos dois tombos que prejudicaram bastante. Mas terminamos a temporada muito bem e agora vou descansar e me preparar para 2024″, adiantou o vice-campeão Brito. Ele ganhou seis provas e encerrou o ano como o maior vencedor da SuperBike Pro.

Também piloto da equipe satélite Honda, João Carneiro foi o terceiro colocado na corrida final, mesmo sem ter participado das duas últimas etapas pela SuperBike Pro, por estar em recuperação de lesão. Ele fechou o campeonato em quarto lugar da tabela. “Estou muito contente com o meu retorno, esta foi uma das minhas melhores corridas na Superbike Pro. Estou feliz demais com o trabalho da equipe e agora vou focar na pré-temporada, para o ano que vem ser melhor ainda”, projeta Carneiro. O time satélite Honda de motovelocidade é patrocinado por fluidos e lubrificantes Pro Honda, Pirelli, Seguros Honda, NGK e DID Correntes.

Na Honda Jr Cup, direcionada a pilotos de 8 a 16 anos, com as motocicletas Honda CG 160 Titan, Léo Marques venceu a corrida final e levou o título pelo segundo ano consecutivo. “Estou na categoria há três anos e ando de moto há quatro, é tudo uma questão de tempo. Quando cheguei na Honda Jr Cup, eu não era rápido, mas fui evoluindo, e o resultado está aí. Quero agradecer muito a minha avó e todos os meus patrocinadores”, comenta o talento de 13 anos.

Já a Copa Pro Honda CBR 650R tem um campeão inédito, o piloto Juninho Moreira, que também foi o vencedor da corrida final. “Lutei bastante o campeonato inteiro, tive dificuldades, e como o título estava encaminhado fui buscar a vitória na corrida final. Todo o esforço valeu a pena, quero agradecer os patrocinadores, equipe, minha família e todos que acreditam em mim”, conclui Moreira. Raquel Vaz conquistou o vice-campeonato. Lucas Bessa e Mauricio Laranjeira foram os campeões das subcategorias Light e Master, respectivamente.

SuperBike Brasil 2023

10ª etapa / Autódromo de Interlagos, São Paulo (SP)

Resultados extraoficiais (três primeiros)

Classificação final

Categoria SuperBike Pro

1 – Max Gerardo #41 – 206 pontos
2 – Guilherme Brito #44 – 191 pontos – Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP
3 – Ramiro Gandola #3 – 163 pontos
4 – João Carneiro #14 – 109 pontos – Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP

Copa Pro Honda CBR 650R/categoria Pro

1 – Juninho Moreira #84 – 194 pontos
2 – Raquel Vaz #199 – 157 pontos
3 – Pedro Foroni #45 – 120 pontos

Copa Pro Honda CBR 650R/categoria Light

1 – Lucas Bessa #111 – 174 pontos
2 – Cléber Araújo #333 – 130 pontos
3 – Higor Vidotto #319 – 130 pontos

Copa Pro Honda CBR 650R/categoria Master

1 – Mauricio Laranjeira #29 – 113 pontos
2 – Alexandre Colorado #27 – 93 pontos
3 – Chrystian Quick #377 – 86 pontos

Honda Jr Cup (motos Honda CG 160)

1 – Léo Marques #9 – 207 pontos
2 – Enzo Ximenes #12 – 195 pontos
3 – Miguel Garcia #96 – 143 pontos

Corridas da 10ª etapa

Categoria SuperBike Pro

1 – Guilherme Brito #44 – Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP
2 – Maxi Gerardo #41
3 – João Carneiro #14 – Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP

Copa Pro Honda CBR 650R/categoria Pro

1 – Juninho Moreira #84
2 – Matteo Bongiovani #128
3 – Raquel Vaz #199

Copa Pro Honda CBR 650R/categoria Light

1 – Chystian Quick #377
2 – Lucas Bessa #111
3 – Higor Vidotto #319

Copa Pro Honda CBR 650R/categoria Master

1 – Chystian Quick #377
2 – Alexandre Colorado #27
3 – Carlos Barcelos #65

Honda Jr Cup (motos Honda CG 160 Titan)

1 – Leo Marques #9
2 – Miguel Simon #131
3 – Gabriel Ferreira #4

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Hulk renova contrato com Atlético-MG até 2026

O ídolo Hulk renovou seu contrato com o Atlético-MG até 2026, trazendo alívio aos torcedores. O atacante encerrou as especulações sobre uma possível transferência para a Europa ou Oriente Médio, garantindo sua permanência no clube. O anúncio da renovação foi feito nas redes sociais do Atlético-MG, destacando a trajetória de Hulk no time e seus

Fortaleza só deverá voltar a jogar após punição a ataque a ônibus

O time do Fortaleza só deverá voltar a jogar quando seus jogadores se recuperarem das lesões sofridas no ataque e quando os responsáveis pelo caso de violência forem punidos. A afirmação foi feita pelo CEO do clube cearense, Marcelo Paz, nesta quinta-feira, 22, horas após o ataque ao ônibus da equipe por torcedores do Sport.

Tiago Nunes é demitido do Botafogo após levar empate de time boliviano nos acréscimos

O Botafogo anunciou nesta quinta-feira a demissão do técnico Tiago Nunes, um dia após o empate por 1 a 1 contra o Aurora na fase preliminar da Copa Libertadores. A decisão veio após uma reunião da diretoria, que também oficializou a venda do atacante Victor Sá para o Krasnodar, da Rússia, o que gerou descontentamento