Tiroteio na comunidade da Covanca, no Rio, deixa 5 mortos

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Um tiroteio na Comunidade da Covanca, no Rio de Janeiro, deixou cinco mortos nesta segunda-feira (4/12). Quatro deles morreram em confronto com homens do 18º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Jacarepaguá, e um teria morrido baleado enquanto trabalhava. Ele foi identificado como o motoboy Antônio Carlos Nascimento Lima, 35.

Os suspeitos chegaram a ser socorridos para o Hospital Lourenço Jorge, mas não resistiram aos ferimentos. A direção do hospital afirma que os suspeitos chegaram sem identificação, já mortos, e com ferimentos por arma de fogo.

De acordo com a polícia, uma equipe foi verificar diversas denúncias recebidas quando sofreu o ataque. Foram apreendidos três fuzis, uma granada, um rádio comunicador e drogas.

O caso é investigado pela perícia da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), da Polícia Civil do Rio.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Supremo retoma julgamento sobre indenização a vítimas de bala perdida

Nesta sexta-feira (1º), o Supremo Tribunal Federal (STF) retoma o julgamento de recurso que discute se o Estado deve indenizar financeiramente por morte de vítimas de bala perdida em operações policiais, mesmo não sendo possível confirmar a origem do disparo. As informações são do Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias.    O ministro André Mendonça pediu

CNJ pede compartilhamento integral de ação da Faroeste para instrução de PAD contra membros do TJ-BA

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), em decisão assinada pelo ministro Og Fernandes, autorizou ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) novo compartilhamento integral da ação penal 940, que investiga fatos ligados à Operação Faroeste. O CNJ ingressou com o pedido para utilizar os autos para fins de instrução de processo administrativo disciplinar (PAD) contra membros

Homem socorre mulher que apanhava do marido e morre com facada

Diones Oliveira da Silva, 27 anos, foi assassinado com uma facada, na noite de quinta-feira (24/2), em Campo Verde, a 131 km de Cuiabá (MT), ao tentar defender uma mulher que estava sendo agredida pelo companheiro. O suspeito do crime foi preso em flagrante. De acordo com a Polícia Civil de Mato Grosso, Diones estava