Zelensky viaja para a Argentina para assistir à tomada de posse de Milei

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, vai viajar para a Argentina pela primeira vez enquanto líder da Ucrânia para participar na tomada de posse de Javier Milei, que acontece no próximo domingo, dia 10 de dezembro.

O presidente ucraniano irá ao país após meses de esforços para conseguir maior apoio da região para Kyiv por conta da invasão da Rússia em fevereiro de 2022, destaca o jornal La Nacion.

O jornal argentino revela ainda que Zelensky planeja esta viagem à América Latina – pela qual esperava um convite oficial – para se reunir com outros líderes que estarão presentes na celebração, entre os quais Luis Lacalle Pou (Uruguai), Santiago Peña (Paraguai), Daniel Noboa (Equador) e Gabriel Boric (Chile).

Depois da vitória de Milei nas eleições argentinas, os dois líderes chegaram a conversar por telefone.

Nessa ocasião, Zelensky convidou Milei “a visitar a Ucrânia e a enviar um forte sinal político”, agradecendo-lhe pela “sua posição clara sem contrapesos entre o bem e o mal” no que diz respeito ao “apoio claro” ao seu país.

Vale lembrar que Javier Milei, do partido La Libertad Avanza, ganhou as eleições no país com 55,69% dos votos (14,5 milhões de votos) contra 44,30% (11,5 milhões de votos) obtidos pelo ministro da Economia, Sergio Tomás Massa, após 76% de participação eleitoral.

Milei sucede ao peronista Alberto Fernández como presidente da Argentina.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Criança de 9 anos é presa após morte de familiar nos EUA

Uma tragédia familiar abalou a cidade de Tooele, no estado de Utah, nos Estados Unidos. Uma criança de 9 anos foi detida após um familiar ser morto com um tiro na cabeça, na noite do dia 16 de fevereiro, de acordo a ABC News. O sexo da criança não foi divulgado, assim como o grau

Israel acusa ONU de ignorar crimes do Hamas por pedir embargo de armas

O ministro das Relações Exteriores de Israel, Israel Katz, acusou os relatores e especialistas da ONU (Organização das Nações Unidas) de “ignorar os crimes de guerra, os crimes sexuais e os crimes contra a humanidade” cometidos pelo grupo palestino Hamas. A declaração ocorre após 37 membros da entidade pedirem na última sexta-feira, 23, um embargo

Youtuber é condenada a 30 anos de prisão por abuso infantil

Ruby Franke, a norte-americana que fornecia orientação parental no Youtube, foi sentenciada a uma pena de até 60 anos de prisão por quatro crimes de abuso agravado de crianças. Ela cumprirá uma pena efetiva de até 30 anos, o tempo máximo por acumulação jurídica no estado de Utah. A acusação incluía quatro crimes de abuso