Arrecadação federal atinge R$ 280 bilhões e bate recorde em janeiro

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos
real moedadinheiro jfcrz abr 1701220046 1

A arrecadação da União com impostos e outras receitas teve um aumento leve, atingindo R$ 280,63 bilhões em janeiro, de acordo com informações divulgadas pela Receita Federal. Esse valor representa um crescimento real de 6,67% em comparação com o mesmo período do ano anterior. É o maior montante registrado para o mês de janeiro desde 1995, quando teve início a série histórica. Os dados detalhados sobre a arrecadação podem ser acessados no site oficial da Receita. No que diz respeito às receitas administradas pelo órgão, o total arrecadado no último mês foi de R$ 262,87 bilhões, o que representa um aumento real de 7,07%. Esses resultados foram influenciados positivamente por mudanças na legislação e por pagamentos atípicos, tanto em 2023 quanto em 2024, especialmente relacionados ao Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e à Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL), que incide sobre o lucro das empresas. A Receita Federal destaca que esses indicadores são importantes para avaliar a atividade econômica, principalmente no setor produtivo.

A arrecadação proveniente do IRPJ e da CSLL totalizou R$ 91,7 bilhões em janeiro, registrando um aumento real de 1,24% em relação ao mesmo período do ano anterior. Esse resultado se deve, em grande parte, aos aumentos reais de 11,14% na arrecadação da declaração de ajuste, que engloba eventos ocorridos ao longo de 2023, principalmente no setor financeiro, e de 4,92% na arrecadação do lucro presumido, juntamente com a queda de 3,42% na arrecadação da estimativa mensal.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Para contribuir com o aumento da arrecadação, em janeiro, houve um recolhimento adicional de R$ 4,1 bilhões referente ao Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) – Rendimentos de Capital, relacionado à tributação de fundos exclusivos, algo que não ocorreu no mesmo período do ano anterior. A legislação que altera o Imposto de Renda sobre fundos de investimentos fechados e sobre a renda obtida no exterior por meio de offshores foi sancionada em dezembro do ano passado. Outro destaque foi a arrecadação de PIS/Pasep e Cofins, que juntas totalizaram R$ 44 bilhões em janeiro, apresentando um crescimento real de 14,37%. Esse desempenho foi impulsionado pelo setor financeiro e por mudanças na legislação do PIS/Cofins, com ênfase na retomada parcial da tributação do setor de combustíveis.

*Reportagem produzida com auxílio de IA

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Reforma tributária propõe cashback de até 50% em contas de luz, água e gás

A proposta de regulamentação da reforma tributária traz um benefício inovador para as famílias de baixa renda: o “cashback” de até 50% dos tributos em contas de luz, água, esgoto e gás natural, e de até 100% na compra de gás de botijão. A medida visa garantir a devolução de parte dos tributos pagos por

Haddad entrega projeto de regulamentação da reforma tributária no Congresso Nacional

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, esteve no Congresso Nacional nesta quarta-feira (24) para entregar o primeiro projeto de lei que regulamenta a reforma tributária, aprovada no ano anterior e promulgada pelo Legislativo. A proposta visa simplificar o sistema tributário brasileiro, considerado um dos mais complexos do mundo. O PL, composto por cerca de 300

PF investiga desvio de R$ 14 milhões de ministério e TSE após invasão de sistema

A Polícia Federal investiga a invasão ao Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi), que serve para pagar servidores públicos, fornecedores e efetuar transferências oficiais para Estados e municípios. A suspeita é de R$ 14 milhões em dinheiro público que deveria ir para uma empresa de tecnologia do governo federal foi desviado do