Entorno: mesmo com tarifa de até R$ 22, empresas reclamam de defasagem

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Mesmo com os valores das passagens chegando até R$ 22 e a revolta da população, empresas de ônibus reclamaram de “defasagem” no reajuste médio de 8,56% nas tarifas entre o Distrito Federal e o Entorno. O aumento foi autorizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), nesta sexta-feira (23/2).

O reajuste começa a valer à 0h de domingo (25/2). Os custos das tarifas atualizadas vão variar de R$ 4,45 a R$ 22,25. A medida despertou protestos no Entorno. A Prefeitura de Planaltina de Goiás (GO) ajuizou ação com pedido de liminar para barrar a recomposição.

No entanto, segundo a Associação Nacional das Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros (Anatrip), a agência teria assumido o compromisso de conceder um reajuste de 10%. “Mas a ANTT resolveu descontar a deflação sobre os insumos das empresas de ônibus no período, que foi de 0,119%”, argumentou.

Na avaliação do advogado Gustavo Lopes, representante da associação, o reajuste é necessário a fim de garantir equilíbrio financeiro das empresas “diante da realidade econômica do país”.

“Este reajuste não é apenas justificável, mas também necessário para garantir a continuidade e a qualidade desse serviço essencial à população, e faz parte de acordo celebrado entre a ANTT e operadoras, em 2023, para resgatar um passivo de dois anos sem reajustes – em 2021 e 2022, cujo acumulado era de mais de 40%”, afirma Lopes.

Massacre O prefeito de Planaltina de Goiás, delegado Cristiomário (PSL), afirmou que o reajuste é absurdo e coloca em risco os empregos dos moradores do Entorno contratados no DF. Na avaliação dele, o aumento “massacra” a população.

“Somado com os aumentos do ano passado, temos um reajuste de 40%. É maior do que a inflação – que tivemos menos de 10%. Isso vai penalizar a população, os trabalhadores”, criticou Cristiomário.

O prefeito acrescentou que o transporte oferecido é “extremamente precário” e que não houve “melhoria significativa” no serviço desde os aumentos de tarifa em 2023 (leia abaixo). Além disso, destacou o mandatário, o preço dos combustíveis não subiu 40%

Dos 1,5 milhão de habitantes do Entorno, segundo Cristiomário, 250 mil fazem diariamente o trajeto entre as respectivas cidades e o Distrito Federal.

Liminar Caso o pedido de liminar – decisão provisória – seja atendido pela Justiça, a suspensão do aumento valerá apenas para Planaltina de Goiás. Em 2023, a prefeitura conseguiu barrar temporariamente o reajuste da tarifa.

Cristiomário ressaltou que a ANTT ignorou as negociações em curso entre o Distrito Federal, o estado de Goiás e a União pela criação de uma saída capaz de amortecer os preços das passagens no Entorno.

Confira os novos valores:

Dois aumentos em 2023 No ano passado, a ANTT reajustou duas vezes a passagem entre o DF e o Entorno em duas ocasiões: em março (12%) e em agosto (15%).

A ANTT é responsável, desde fevereiro de 2023, pela gestão das mais de 400 linhas de ônibus que transportam diariamente cerca de 175 mil passageiros entre as duas áreas.

Os ônibus semiurbanos entre o Distrito Federal e o Entorno não são subsidiados pelos governos locais, e os recursos para manutenção do serviço provêm integralmente das tarifas pagas pelos usuários, segundo a ANTT.

Esses recursos se destinam a cobrir gastos operacionais, de manutenção, de compra de veículos, de folhas de pagamento, entre outros.

Após assumir o comando das linhas, a Agência optou por não conceder reajuste imediato de 40% a fim de evitar um grande impacto no bolso da população.

Os índices de reajuste, como elevação nos valores de combustível, óleo lubrificante, pneus e do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado dificultaram, na visão da ANTT, a manutenção do preço das tarifas.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Ônibus voltam a circular em Salvador após 4h de atraso

Os rodoviários da concessionária Ótima Transporte (OT) voltaram a circular na manhã desta quinta-feira (25), após atrasarem as saídas da garagem localizada no bairro Campinas de Pirajá, em Salvador. O serviço voltou a operar às 8h, ou seja, quatro horas após o normal.   O motivo da paralisação, segundo a categoria, foi uma assembleia feita

Aluno que agrediu menino em escola é ameaçado: “Sangue com sangue”

São Paulo — A mãe de um menino que foi flagrado em um vídeo agredindo Carlos Teixeira, morto aos 13 anos após estudantes pularem sobre as costas dele em uma escola estadual de Praia Grande, afirmou que o filho recebeu ameaças de morte e que ele está “destruído” emocionalmente. Ao G1, a mulher disse que

OAB entrega a Rodrigo Pacheco PEC sobre sustentações orais no STF

O ofício com a proposta de emenda à Constituição (PEC) para assegurar à advocacia o direito de realizar sustentação oral nos tribunais brasileiros, especialmente no Supremo Tribunal Federal (STF) foi entregue pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Beto Simonetti, e o vice-presidente, Rafael Horn, ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) nesta