Mãe é acusada de matar os 4 filhos: “Vivam como se fosse o último dia”

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Uma professora do Missouri, nos Estados Unidos, é apontada como a causadora de um incêndio que resultou em sua própria morte e na perda dos quatro filhos, pouco depois de compartilhar uma publicação encorajando todos a “viverem como se aquele fosse o último dia”.

A tragédia ocorreu na manhã de segunda-feira, quando um incêndio devastador atingiu a residência, ceifando a vida de Bernardine Prueener e de seus filhos, Elli e Ivi, ambos com 9 anos, Jackson, de cinco anos, e Millie, de dois.

Nesta quarta-feira, a polícia informou que se tratava de um caso de homicídio seguido de suicídio. Conforme apurado, a mãe das crianças teria provocado o incêndio, começando por atear fogo a um lençol. Uma nota foi encontrada, na qual a professora detalhava os motivos que a levaram a tirar a vida de toda a família, embora o conteúdo da mensagem não tenha sido divulgado.

Sua última postagem no Facebook dizia: “Todos os meus filhos, dormindo pacificamente na minha cama. Aninhados uns nos outros, sabendo que são amados de forma tão intensa que sou capaz de qualquer coisa por eles.”

De acordo com o NY Post, a mulher estava envolvida em disputas com os pais das crianças. Em 2017, Bernardine se divorciou do pai das filhas gêmeas, compartilhando a guarda das meninas. Recentemente, no entanto, o ex-marido expressou o desejo de obter a guarda absoluta das duas. O pai dos dois filhos mais novos também questionava constantemente a qualidade dela como mãe.

Após o incidente, Jared Spader e David Pruessenet, pais das crianças, divulgaram um comunicado conjunto: “Como pais, neste momento, precisamos nos concentrar em honrar a vida de quatro lindas almas, e planejamos fazer isso juntos”, escreveram.
 
Leia Também: Quatro mortos e 14 desaparecidos; o que se sabe da tragédia em Valência

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Bebê é retirada viva do ventre da mãe morta em ataque aéreo em Gaza

Uma recém-nascida palestina foi salva do ventre da mãe, que foi morta num dos ataques aéreos israelitas durante a noite de sábado contra a cidade de Rafah, no sul da Faixa de Gaza, que matou 13 pessoas, incluindo nove crianças. A mulher grávida, Sabreen Al-Sheikh, perdeu a vida juntamente com o seu marido Shokri e

Dois helicópteros da Marinha do Japão caem no oceano e deixam um morto e sete desaparecidos

Dois helicópteros da Marinha do Japão, transportando oito tripulantes, caíram no Oceano Pacífico durante um voo noturno de treinamento na madrugada deste domingo, 21. O incidente ocorreu quando os helicópteros SH-60K da Força de Autodefesa Marítima perderam contato perto da ilha de Torishima, aproximadamente 600 quilômetros ao sul de Tóquio. O Ministro da Defesa do

Equador vai às urnas em referendo que pode reforçar segurança em meio a espiral de violência

Os equatorianos vão às urnas neste domingo (21), para um referendo que pode mudar a maneira que o Equador luta contra o narcotráfico em meio a uma espiral de violência nos últimos anos. A maioria das 11 perguntas feitas aos eleitores no referendo se concentra no reforço das medidas de segurança. As propostas incluem a mobilização