Renda média do brasileiro chega a R$ 1.893 por pessoa, aponta IBGE

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto


censo

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feira, 27, dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) que mostram que a renda domiciliar per capita nominal dos brasileiros ficou em média de R$ 1.893 em 2023. As informações são divulgadas conforme determinação da Lei Complementar 143/2013, que dita os critérios de rateio do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE). No ano passado, a renda domiciliar per capita mais alta registrada foi no Distrito Federal, de R$ 3.357, enquanto a menor ficou no Maranhão, com R$ 945. Já em São Paulo, a renda nominal per capita alcançou R$ 2.492, enquanto no Rio de Janeiro o rendimento atingiu R$ 2.367. Em Minas Gerais, o valor alcançado em 2023 foi de R$ 1.918. A renda domiciliar é obtida por meio da soma dos rendimentos do trabalho e de outras fontes recebidas por cada morador no mês de referência da pesquisa. O valor domiciliar per capita ocorre com a divisão dos rendimentos domiciliares (sem o desconto da inflação) pelo total dos moradores do local.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Software capaz de gerar lucros de até R$ 538 por dia será liberado em breve; veja como ter acesso

A maior casa de análise financeira independente do Brasil se uniu a um dos maiores nomes do day trade para lançar uma ferramenta inédita. Trata-se de um software (programa semelhante a um aplicativo, mas utilizado em computadores) capaz de gerar até R$ 538,02 por dia , mesmo errando mais da metade das operações em que

Conselho da Petrobras decide liberar metade dos dividendos extraordinários retidos

O Conselho de Administração da Petrobras decidiu liberar metade dos dividendos extraordinários que estavam retidos, em reunião realizada na sexta-feira (19). A autorização para distribuir 50% do valor aos acionistas foi confirmada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A proposta de pagamento dos 50% restantes ainda será submetida à aprovação em Assembleia Geral Extraordinária

Emae é vendida por R$ 1 bi em primeira privatização do atual governo de SP

A estatal Emae (Empresa Metropolitana de Águas e Energia) foi arrematada, nesta sexta-feira (19), no primeiro leilão de privatização do governador do Estado de São Paulo Tarcísio de Freitas pelo Fundo Phoenix, administrado pela Trustee DTVM,  na B3, em São Paulo. O Fundo Phoenix, que tem entre seus cotistas o empresário Nelson Tanure, arrematou a