Vale-transporte: TJSP autoriza volta das integrações do Bilhete Único

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

São Paulo – O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) determinou que a gestão Ricardo Nunes (MDB) volte a permitir que os usuários do Bilhete Único na modalidade vale-transporte possam fazer até quatro integrações no período de três horas, como ocorria até 2019.

A regra tinha sido alterada pelo então prefeito Bruno Covas (PSDB), que reduziu pela metade o número de integrações permitidas aos passageiros que usavam o bilhete como vale-transporte. Os demais passageiros do sistema, no entanto, continuavam livres para embarcar em até quatro ônibus e pagar pela tarifa única.

Em 2019, a Defensoria Pública do Estad de São Paulo e o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) contestaram na Justiça o motivo da diferenciação entre os passageiros.

As duas instituições tinham conseguido vitória na primeira instância, mas a Prefeitura de São Paulo recorreu, e a nova decisão foi publicada apenas neste ano.

Relator do caso, o desembargador Osvaldo de Oliveira manteve a decisão anterior que determinava a volta da regra em vigor até 2019 e multava a prefeitura em R$ 4 milhões por danos morais coletivos.

Porém, outras duas decisões, que obrigavam a administração municipal a restituir os usuários prejudicados pela mudança da regra e condenavam a cidade a arcar com os honorários advocatícios do processo, acabaram derrubadas.

Para o relator, a diferença de valores pagos entre quem usa ou não o Bilhete Único como vale-transporte viola o princípio da isonomia.

“Não se justifica a discriminação, já que o serviço prestado é exatamente o mesmo, o que viola o princípio da isonomia substancial esculpida no artigo 5º […] da Constituição Federal de 1988″, afirmou no voto. A multa aplicada deverá ser revertida ao Fundo Estadual de Defesa dos Interesses Difusos do Estado de São Paulo.

O Metrópoles procurou a Prefeitura de São Paulo para pedir posicionamento sobre a decisão. Por meio de nota, a assessoria de imprensa da gestão Nunes informou não ter sido notificada sobre a decisão.

“Quando for acionada, [a prefeitura] analisará o tema, e serão adotadas as medidas cabíveis”, concluiu o texto.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Acusado de estuprar a enteada em Alagoas é preso em ônibus em Feira de Santana

A Polícia Civil de Alagoas, por meio das equipes do 100º e 101º DP, Pindoba/Maribondo, em ação integrada com a Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar da Bahia, cumpriu mandado de prisão expedido pela comarca de Maribondo em Alagoas, contra um homem de 27 anos na noite da última sexta-feira (19), pelo crime de estupro

Show de pagode em BH acaba com homem morto e sete pessoas baleadas

Um show de pagode na Academia Cultural Comunitária, em Ibirité, Belo Horizonte (MG), terminou com um homem de 27 anos morto e outras sete pessoas baleadas. Um suspeito teria entrado no local e disparado uma série de tiros. De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, divulgado pelo portal G1, a vítima foi

STJ elege nova presidência para biênio 2024-2026 na próxima terça-feira

Na próxima terça-feira (23), o Pleno do Superior Tribunal de Justiça (STJ) vai realizar a eleição para escolha dos ministros que irão ocupar os cargos de presidente e vice-presidente da Corte no biênio 2024-2026. A sessão está marcada para às 10h. Os eleitos assumirão os lugares da ministra Maria Thereza de Assis Moura e do