Gangues atacam prisão no Haiti e libertam 4.000 detentos

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto
000 33r92cq

Um grupo de presos escapou da prisão nacional de Porto Príncipe, capital do Haiti, depois de um ataque de gangues armadas e em meio a uma onda de distúrbios que abala o país há vários dias. “Na noite de sábado, um grupo de criminosos invadiu a penitenciária nacional de Porto Príncipe e permitiu a fuga de um número desconhecido de detidos”, escreveu a embaixada francesa na capital haitiana em um comunicado. O órgão apelou à “prudência” e a evitar “deslocamentos”. Por sua vez, o Sindicato da Polícia Nacional do Haiti pediu aos policiais e militares que possuam carros, armas e munições que se dirijam à prisão para reforçar a segurança.

Entre os prisioneiros que fugiram estão “membros importantes de gangues muito poderosas”, informou o jornal Gazette d’Haïti. Criminosos comuns, líderes de gangues e também os acusados do assassinato do presidente Jovenel Moïse em 2021 foram detidos naquela prisão, localizada a poucos quarteirões do Palácio Nacional, informou o jornal Le Nouvelliste. Desde quinta-feira, 29, os agressores espionavam a prisão, a principal do país, com drones, acrescentou a mídia.

*Com Estadão Conteúdo

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Tribunal de Nova York anula condenação do ex-produtor Harvey Weinstein por crime sexual

O mais alto tribunal de Nova York anulou, nesta quinta-feira (25), a condenação de 2020 do ex-produtor de cinema Harvey Weinstein por estupro em 2020, cujo caso desencadeou o movimento #MeToo. “Ordem revogada e novo julgamento“, conclui o documento judicial que aponta erros na condução do julgamento. Em uma decisão de 4 votos a 3

EUA: Idosa assalta banco e leva 500 dólares (após ser vítima de golpe)

Uma mulher, de 74 anos, foi presa depois de ter assaltado um banco em Hamilton, no estado norte-americano de Ohio. De acordo com a CBS News, tudo aconteceu no 19 de abril, quando a mulher, com uma máscara de proteção e roupas neutras entrou numa agência e "exigiu dinheiro enquanto mostrava uma arma". Horas depois

Dezenas de baleias encalham em massa na Austrália

Cerca de 160 baleias-piloto encalharam em uma praia perto da cidade de Dunsborough, no sudoeste do estado da Austrália, nesta quinta-feira (25). Pelo menos 26 delas, morreram. A área é uma região popular entre os turistas, e a cerca de 236 km ao sul da capital do estado, Perth. Os funcionários do Departamento de Biodiversidade