Menino de 11 anos morre esfaqueado ao tentar defender mãe grávida

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Um menino de 11 anos foi morto à facadas em Chicago, nos EUA, enquanto tentava proteger a sua mãe grávida de 33 semanas do seu “ex-namorado abusivo”.

Segundo a CBS, o suspeito, Crosetti Brand, de 37 anos, foi acusado de homicídio em primeiro grau e tentativa de homicídio em primeiro grau depois do esfaqueamento fatal na quarta-feira.

O menino Jayden Perkins morreu e a sua mãe, Laterria Smith, ficou em estado crítico. Contudo, tanto ela quanto o bebê devem sobreviver. 

Brand era ex-namorado de Smith e estava em liberdade condicional após ser condenado a 16 anos de prisão por invasão da propriedade de uma outra ex-namorada. Tinha saído da prisão no dia anterior ao crime. 

A mulher esfaqueada tinha uma história com Crosetti que remontava a mais de 15 anos. 

Os registos do tribunal mostram que o suspeito recebeu ordens de proteção movidas contra ele por outras quatro mulheres desde 2004.

No tribunal, onde fez a sua primeira aparição esta sexta-feira, familiares das vítimas tentaram atacá-lo tentando passar pelas barreiras judiciais.

Leia Também: Tornados nos EUA fazem 3 mortos e 58 feridos; as imagens da destruição

 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Agência da ONU estima mais de 670 mortos por deslizamento em Papua-Nova Guiné

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O deslizamento de terra que atingiu vilarejos ao norte de Papua-Nova Guiné, na Oceania, na última sexta-feira (24) pode ter deixado mais de 670 mortos, afirmou a OIM (Organização Internacional para as Migrações) das Nações Unidas neste domingo (26). A estimativa da agência da ONU (Organização das Nações Unidas) dobra

Hamas afirma ter realizado ataque com foguetes contra Israel

O braço armado do Hamas, as Brigadas al-Qassam, anunciaram, este domingo, o lançamento de uma "enorme onda de foguetes" contra Telaviv, em Israel, quando as forças armadas israelitas faziam soar as sirenes no centro da cidade, alertando para a possibilidade de lançamento de foguetes. As Brigadas al-Qassam, através de um comunicado publicado no seu canal

Brasileiro refém do Hamas é enterrado em Israel

Michel Nisembaum, brasileiro de 59 anos, foi enterrado em Ashkelon, Israel, após desaparecer durante ataque do Hamas. Seu corpo foi encontrado pelo Exército israelense na última sexta-feira (24), juntamente com os corpos de Orión Hernández Radoux e Hanan Yablonka. Segundo o jornal Times of Israel, durante a cerimônia, a filha do brasileiro, Chen, se pronunciou: