Moraes vota para condenar mais 15 pelos atos golpistas de 8/1

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O ministro Alexandre de Moraes votou para condenar mais 15 réus pelos atos golpistas de 8 de janeiro.

O STF começa a julgar nesta sexta-feira (1º) mais 15 acusados de participar e incentivar os atos golpistas em Brasília. Moraes é o relator dos processos e o primeiro a apresentar o voto.

O julgamento ocorre no plenário virtual e os ministros têm até 8 de março para registrar seus votos pelo sistema eletrônico. Neste formato, não há debate em sessão presencial.

Os réus foram denunciados pela Procuradoria-Geral da República. Eles respondem por cinco crimes: abolição violenta do Estado democrático de direito, golpe de Estado, dano qualificado, deterioração de patrimônio tombado e associação criminosa armada.

Até agora, o STF condenou 101 pessoas a penas de até 17 anos de prisão. Os acusados por crimes mais leves estão fechando acordos com a PGR para cumprimento de serviço comunitário e pagamento de multa.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

CBF mantém convocação de Paquetá mesmo com denúncias da Federação Inglesa

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu, nesta quinta-feira (30), pela manutenção da convocação para a seleção brasileira de Lucas Paquetá, apesar do jogador ter sido acusado de quatro violações das regras de apostas do Campeonato Inglês. Em comunicado do presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, informou que após contato por e-mail com a Associação de

Seleção brasileira feminina de vôlei vence Holanda na Liga das Nações

A seleção brasileira feminina de vôlei derrotou a Holanda, por 3 sets a 1, com parciais de 25/17, 20/25, 25/20 e 25/18, nesta quinta-feira (30), em Macau, na China. Foi a sexta vitória consecutiva na Liga das Nações. O Brasil está invicto na competição, depois de quatro vitórias na primeira no Rio de Janeiro, com

Lula admite não ter base contra pauta de costumes e fará reunião semanal com líderes após derrotas

(FOLHAPRESS) - As derrotas sofridas pelo presidente Lula (PT) na sessão do Congresso Nacional nesta semana ampliaram o diagnóstico do petista e de sua equipe de que o governo não tem base para conseguir vitórias na chamada pauta de costumes defendida pelo bolsonarismo. A avaliação foi feita pelo próprio chefe do Executivo em reunião nesta