Pastor Anderson Silva se diz arrependido de ser bolsonarista: “estou com vergonha de mim”

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O pastor Anderson Silva, conhecido por suas declarações polêmicas e apoio fervoroso ao ex-presidente Jair Bolsonaro, declarou em um vídeo recente seu arrependimento em apoiar o bolsonarismo. O líder religioso, que chegou a falar em oração imprecatória, pedindo a Deus para “arrebentar a mandíbula de Lula“, agora pede por recuo e prega uma mensagem de reconciliação.

“Cheguei a um ponto em minha jornada espiritual onde percebo que meu coração estava endurecido pela política, mais do que estava moldado pelos ensinamentos de amor e perdão”, disse Silva em seu vídeo emocionado. “Eu estava cego pelo fervor político, mas agora vejo que a verdadeira liderança vem de servir e unir, não dividir.”

Esta declaração vem em um momento crucial da política brasileira, onde a divisão entre apoiadores de Bolsonaro e Lula continua a criar tensões. A mudança de postura de uma figura tão influente como Silva sinaliza uma possível transformação no diálogo nacional, com potencial para influenciar outros líderes e seguidores.

Silva não apenas expressou arrependimento, mas também pediu aos seus seguidores que refletissem sobre suas próprias atitudes e preconceitos. “Deixemos de lado o ódio e a divisão. Vamos olhar para nossos irmãos e irmãs com compaixão, independentemente de suas crenças políticas”, apelou.

Assista:

The post Pastor Anderson Silva se diz arrependido de ser bolsonarista: “estou com vergonha de mim” appeared first on Fuxico Gospel.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Milton Leite teve ‘papel juridicamente relevante na execução dos crimes’ da Transwolff, diz Promotoria

ROGÉRIO PAGNANSÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Na investigação sobre a possível infiltração do PCC no transporte público da capital, promotores do Gaeco (grupo de combate ao crime organizado) afirmam que o presidente da Câmara de São Paulo, Milton Leite (União Brasil), teve "papel juridicamente relevante na execução dos crimes sob apuração" envolvendo a Transwolff. Os

Bolsonaro critica fala de Lula sobre ‘irresponsabilidade’ de Israel em Gaza

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou o atual ocupante do cargo, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pela postura adotada diante do conflito entre Israel e o grupo terrorista Hamas. Durante evento em Guarulhos no sábado, 25, o petista pediu solidariedade às mulheres e crianças "que estão morrendo na Palestina por conta da irresponsabilidade do

Julgamento de Sérgio Moro: PT e PL não vão recorrer ao STF; entenda o motivo

Autores das ações que pediram a cassação do senador Sérgio Moro (União-PR), a Federação Brasil da Esperança, que inclui o PT, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e o PL, do ex-presidente Jair Bolsonaro, não vão apresentar recursos ao Supremo Tribunal Federal (STF). Nesta terça-feira, 21, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, por unanimidade