Real Madrid abre queixa contra insultos racistas dirigidos a Vinícius Júnior

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 3 minutos


000 34kp3pk

Dois dias após viralizar um vídeo dos torcedores do Atlético de Madrid chamando o Vinícius Júnior de Chimpanzé, o Real Madrid, denunciou à Procuradoria contra Crimes de Ódio e Discriminação os insultos racistas dirigidos ao seu atacante brasileiro antes dos jogos da Liga dos Campeões Barcelona-Napoli e Atlético de Madrid-Inter de Milão. “O Real Madrid C.F. apresentou queixa à Procuradoria-Geral do Estado contra crimes de ódio e discriminação, pelos insultos racistas e odiosos dirigidos ao nosso jogador Vinicius Junior”, informou nesta sexta-feira, 15, o clube ‘merengue’ em um comunicado. “O Real Madrid condena estes violentos ataques de racismo, discriminação e ódio que têm ocorrido, infelizmente repetidamente, contra o nosso jogador Vinicius Junior”, acrescentou o Real Madrid.

O clube da capital pediu ao Ministério Público que solicitasse à polícia a identificação dos autores dos insultos. “O nosso clube continuará trabalhando para defender os valores do futebol e do esporte e permanecerá firme na sua luta pela tolerância zero diante de episódios tão repugnantes como os que continuam ocorrendo nos últimos tempos”, afirmou o Real Madrid. Os novos insultos a Vinicius aconteceram perto do estádio Montjuic, em Barcelona, e do estádio Metropolitano, em Madri, antes dos jogos da Liga dos Campeões entre Barcelona e Atlético.

O próprio Vinicius pediu à Uefa, nas suas redes, uma “punição” após o surgimento de um vídeo nas redes sociais, na quarta-feira, em que os torcedores do Atlético são vistos proferindo insultos racistas contra ele, antes da partida de volta das oitavas de final da Champions, diante da Inter de Milão. “Espero que já tenham pensado na punição deles”, disse ele, marcando a Champions League e a Uefa na publicação. “É uma triste realidade que acontece até nos jogos em que não estou presente”, desabafou Vini Jr. em suas redes sociais.

 

“O problema está aí”, disse nesta sexta-feira o técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, quando questionado sobre estes acontecimentos. “Agora quem tem que agir precisa fazê-lo. É preciso agir para evitar este tipo de problemas e coisas feias que afetam a nossa sociedade. Os criminosos não deveriam estar nas ruas”, acrescentou Ancelotti em coletiva de imprensa. A LaLiga também apresentou queixa ao Ministério Público por estes acontecimentos, apesar de não ser uma competição própria.

No Brasil, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva mostrou seu apoio ao jogador. “Ele merece todo respeito e admiração pelo seu talento e competência, não essas manifestações de barbárie racista”, disse Lula na rede X. Em nota, o Itamaraty também falou sobre os recentes ataques ao brasileiro. “Vinicius Júnior é um atleta exemplar, e não está sozinho na sua corajosa luta contra o racismo. O governo brasileiro reiterará às autoridades governamentais e esportivas espanholas sua preocupação com os repetidos ataques racistas ao atleta”, disse o Ministério das Relações Exteriores brasileiro, acrescentando que vai cobra providências da UEFA, organizadora do torneio no qual as manifestações racistas ocorreram.

“Enquanto não houver sanções penais e esportivas à altura, os racistas continuarão a agir e nenhuma campanha contra o racismo trará resultados efetivos”, acrescentam. Vinicius vem sofrendo diversos episódios de insultos, principalmente na última temporada, que o tornaram um ícone da luta antirracista. No dia 26 de março, Espanha e Brasil disputam um amistoso no estádio Santiago Bernabéu, organizado em resposta aos insultos sofridos por Vini Jr. na temporada passada, na partida contra o Valencia.

*Com informações da AFP

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Daniel Alves muda-se de cidade na Espanha após condenação por estupro

O ex-jogador Daniel Alves decide mudar-se para uma ilha na Espanha, deixando Barcelona. Ele optou por pagar uma fiança de um milhão de euros para aguardar em liberdade a decisão final do processo em que foi condenado por estupro. De acordo com a imprensa local, Alves busca se afastar dos holofotes e da mídia, escolhendo

Bill Walton, lendário pivô da NBA, morre aos 71 anos

O lendário Bill Walton, que fez sucesso na NBA durante as décadas de 1970 e 1980, morreu nesta segunda-feira (27). O ex-jogador, que conquistou dois títulos da liga com Portland Trail Blazers e Boston Celtics, lutava contra um câncer há bastante tempo. Além disso, Walton está no Hall da Fama do basquete e atuou como

Pep Guardiola planeja deixar o Manchester City em 2025, diz jornal

O renomado técnico Pep Guardiola, responsável por conduzir o Manchester City a conquistas históricas, está com os dias contados no clube. Segundo o jornal britânico “Daily Mail”, Guardiola planeja encerrar sua trajetória no time de Manchester ao término de seu contrato em junho de 2025. Com 53 anos de idade e 38 troféus em sua