Advogado de Lira figura em 1º lugar na lista tríplice à vaga de ministro do TST; veja demais escolhidos

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O advogado Adriano Costa Avelino foi o nome escolhido para ocupar o primeiro lugar na lista tríplice formada nesta segunda-feira (22) pelo Pleno do Tribunal Superior do Trabalho (TST), destinada à vaga de ministro na classe da advocacia. A cadeira a ser ocupada é do ministro Emmanoel Pereira, que se aposentou em outubro de 2022. 

 

Avelino, que é advogado do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), em ações trabalhistas, recebeu 14 dos 26 votos. Embora tenha figurado como o primeiro da lista, ele pode enfrentar dificuldades para a sua nomeação no cargo, visto que a decisão cabe ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

 

Em 2016, Adriano Costa Avelino utilizou as redes sociais para defender que Lula e a ex-presidente Dilma Rousseff fossem punidos com a guilhotina, e que a dupla deveria ter a língua cortada para “pararem de latir”. 

 

No segundo lugar a disputa foi acirrada entre Antônio Fabrício de Matos Gonçalves, ex-presidente da OAB de Minas Gerais, e Emmanoel Campelo de Souza Pereira, filho do ministro aposentado Emmanoel Pereira. A votação precisou ser realizada em três turnos, pois ambos os candidatos não alcançaram a maioria absoluta de 14 votos. Em todos os turnos, cada um conquistou 13 votos. 

 

Com a persistência do empate, a escolha se deu pelo critério de idade, como prevê o regimento interno do TST, e o eleito foi Antônio Fabrício de Matos Gonçalves, que nasceu em 1994 – Emmanoel Campelo nasceu em 2004. 

 

Antônio Fabrício de Matos Gonçalves. Foto: OAB Montes Claros

 

O terceiro lugar ficou com a advogada sergipana Roseline Rabelo de Jesus Morais, com 19 votos. 

 

Roseline Rabelo de Jesus Morais. Foto: Divulgação

 

A lista será encaminhada ao presidente Lula e o nome escolhido por ele será sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Caso aprovado, também será submetido à votação no plenário da Casa Legislativa.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Bahia e jogadores são punidos por confusão na final do Baianão 2024

A confusão após o apito final do Campeonato Baiano 2024, vencido pelo Vitória, na Casa de Apostas Arena Fonte Nova, rendeu punições ao Bahia. Em julgamento realizado nesta terça-feira (28) no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-BA), o goleiro Adriel e o atacante Biel foram punidos com duas e quatro partidas de suspensão, respectivamente.   Além do

Indígenas Pataxó formam bloqueio na BR-367 em protesto contra reintegração de posse

Uma comunidade indígena Pataxó realizou, nesta terça-feira (28), um bloqueio na BR-367 em Santa Cruz Cabrália, em protesto contra uma ação de reintegração de posse aprovada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). A área é reivindicada como território ancestral pela comunidade Pataxohã, onde vivem 65 famílias.   Os indígenas reivindicam que a Justiça Federal

Jogadores do Vitória são punidos por comemoração após título do Campeonato Baiano

Nesta terça-feira (28), o TJD-BA (Tribunal de Justiça Desportivo da Bahia) suspendeu seis jogadores do Vitória por comemorarem em frente à torcida do Bahia após vencerem a final do Campeonato Baiano deste ano, na Casa de Apostas Arena Fonte Nova, no último dia 7 de abril.   De acordo com a advogada Pâmella Saleão, que