Aeroportos iranianos retomam atividades após suspensão por precaução

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto


iranok

Os aeroportos do Irã, incluindo os dois de Teerã, retomaram as atividades nesta segunda-feira (15), que haviam sido suspensas ou afetadas pelo ataque da República Islâmica contra Israel, anunciou a imprensa estatal. “Os voos do aeroporto internacional Imã Khomeini de Teerã foram retomados com normalidade a partir das 6h” (23h30 de Brasília, domingo), informou a agência oficial Irna. A situação também voltou ao normal nos aeroportos de Mehrabad, em Teerã, e das cidades de Tabriz, Mashhad e Shiraz. O Irã suspendeu as atividades nos aeroportos por precaução, após executar um ataque com drones e mísseis contra Israel no sábado (13) à noite, em resposta ao bombardeio do consulado do Irã em Damasco em 1º de abril, que Teerã atribuiu ao Estado hebreu. Antes do ataque iraniano, algumas companhias aéreas – como a alemã Lufthansa – já tinham suspendido os voos para o Irã. Outros países do Oriente Médio, incluindo Israel, Iraque, Líbano e Jordânia, que fecharam o espaço aéreo na noite do ataque, também reabriram.

cta_logo_jp

*Com informações da AFP

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Espanha, Irlanda e Noruega reconhecem oficialmente Estado da Palestina

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Espanha, Irlanda e Noruega reconheceram oficialmente, nesta terça-feira (28) o Estado da Palestina, quase uma semana depois de anunciar conjuntamente a decisão, que provocou uma crise dos países europeus com Israel. A medida foi encabeçada pelo governo da Espanha, cujo primeiro-ministro, o socialista Pedro Sánchez, é um dos líderes mais

Voo para EUA enfrenta problema e piloto avisa que avião cairá no mar

Um Airbus A321 da companhia aérea americana Spirit Airlines foi obrigado a fazer um pouso de emergência no aeroporto de Montenegro Bay, na Jamaica, no último domingo (26), de onde tinha decolado cerca de 20 minutos antes, em direção à Florida, Estados Unidos. Uma passageira filmou os momentos de pânico que viveram a bordo antes

Mãe mata filha diabética de 4 anos ao alimentá-la à base de refrigerantes

Uma mulher norte-americana, de 41 anos, foi condenada a quase uma década de prisão, no Ohio, por ter provocado a morte da filha diabética, de quatro anos, ao alimentá-la à base de refrigerantes. De acordo com os jornais norte-americanos, Tamara Banks começou a dar refrigerantes à filha, Karmity Hoeb, quando ela ainda era uma bebê.