Aliado de Trump faz associação de morto da agência bancária no Rio a Joe Biden: ‘Faça-o presidente’

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto


mulher emprestimo morto 750x450 1

O ativista Ryan Fournier, aliado do ex-presidente Donald Trump, usou suas redes sociais para comparar o caso do cadáver do Rio a Biden. O caso brasileiro em que Erika de Souza Vieira Nunes, 43 anos, tenta fazer um idoso, chamado por ela de “tio Paulo”, assinar um documento ganhou notoriedade internacional, e Fournier comentou: “Faça-o presidente”, em resposta a um vídeo compartilhado sobre o caso no X (antigo Twitter). Os republicanos, apoiadores de Trump, ironizam a idade de Biden, que completou 81 anos em novembro de 2023, e sempre usam as redes sociais para publicar ou caçoar de alguns supostos lapsos do presidente, como tropeços e falas confusas. O episódio do cadáver aconteceu no Rio de Janeiro, em uma agência bancaria do Itaú, na zona oeste da cidade. Nunes, que afirma ser sobrinha da vítima, foi presa em flagrante por tentativa de furto mediante fraude e vilipêndio de cadáver.

Ryan Fournier

reprodução: redes sociais

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Ataque a campo de refugiados de Gaza foi ‘incidente trágico’, diz Netanyahu

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou que o ataque de Israel ao campo de refugiados de Rafah foi "incidente trágico". Ao menos 45 pessoas morreram. Premiê afirmou que ataque a Rafah será investigado. Ao Parlamento de Israel, Netanyahu afirmou que o país retirou "um milhão de moradores que não

Israel é criticado por comunidade internacional por ataque em Rafah, e EUA pedem precauções para proteger os civis

A Casa Branca disse estar impactada com o bombardeio israelense em Rafah, na Faixa de Gaza, que deixou ao menos 45 pessoas mortas, e pediu para que Israel tome precauções para proteger os civis. “Deixamos claro que Israel deve tomar todas as precauções possíveis para proteger os civis”, disse um porta-voz do Conselho de Segurança

Macron apela por uma Europa forte e soberana, visando ‘defesa e segurança’ diante da ameaça russa

O presidente francês, Emmanuel Macron, fez um apelo na Alemanha, nesta segunda-feira (27), para que se tenha uma Europa mais forte e soberana como garantia da paz, prosperidade e democracia, em um momento que o velho continente atravessa “um momento sem precedentes na sua história” e, diante da ameaça russa, deve pensar na sua própria