Ambulantes vendem bandeiras de Israel e EUA em ato pró-Bolsonaro no Rio

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

A preparação para o ato em defesa do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, na manhã deste domingo, 21, conta com um comércio informal de bandeiras de Israel e Estados Unidos, países considerados referências para o movimento conservador e à direita brasileiro.

 

As bandeiras do país norte-americano são vendidas por, em média, R$ 80. As do país do Oriente Médio, de R$ 60 a R$ 75. Bandeiras brasileiras são comercializadas por R$ 60.

 

A manifestação convocada para este domingo deve reunir milhares de apoiadores de Jair Bolsonaro no momento em que o ex-presidente é pressionado por investigações sob cuidados do Supremo Tribunal Federal (STF). Entre elas, a investigação que apura uma tentativa de golpe de estado.

 

O ato é uma demonstração de força e apoio popular. Também é considerada uma preparação de aliados de Bolsonaro para as eleições municipais.

Leia Também: Minuta do golpe, Musk e Moraes: o que esperar dos discursos no ato pró-Bolsonaro no Rio

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Jogador do América-MG é criticado por ‘gol sem fair play’, mas companheiro chama santistas de ‘hipócritas’

Os jogadores do Santos ficaram revoltados com o primeiro gol do América-MG em jogo realizado nesta sexta-feira (24), no estádio Independência, pela Série B do Campeonato Brasileiro, e que terminou com vitória mineira por 2 a 1. Aos 14 minutos do primeiro tempo, o atacante Renato Marques americano foi driblado por João Paulo, mas aproveitou

Charles Leclerc faz a pole position do GP de Mônaco de Fórmula 1

O piloto monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, conquistou a pole position para o Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1 no treino de classificação deste sábado (25), em Monte Carlo. Correndo em casa, Leclerc largará na frente do australiano Oscar Piastri (McLaren). A segunda fila será formada pelo espanhol Carlos Sainz (Ferrari) e pelo britânico

PSG é campeão da Copa da França em despedida de Mbappé

O Paris Saint-Germain conquistou seu 14º título da Copa da França ao vencer o Lyon por 2 a 1, no estádio Pierre Mauroy, em Lille. Com essa vitória, o PSG se consolida como o maior vencedor do torneio, abrindo uma vantagem de quatro títulos em relação ao Olympique de Marselha, que possui dez. O Lyon