Chechênia proíbe músicas com ritmos diferentes das canções tradicionais

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – As autoridades da Chechênia, região da Rússia, decidiram impor limites sobre a música ouvida pelos seus habitantes. Canções que não tenham de 80 a 116 batidas por minuto estão proibidas, segundo o Moscow Times.

A decisão foi divulgada por Musa Dadayev, ministro da Cultura do país, na sexta-feira, 5, como forma de preservar a cultura local.

A maioria da população da Chechênia é conservadora e muçulmana, e a música popular e tradicional da região geralmente está na faixa de 80 à 116 BPM.

Com a nova lei, alguns artistas locais serão obrigados adaptar suas músicas até 1º de junho. Caso contrário, eles não seriam autorizados a se apresentar em público, segundo Dadayev.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Expectativa de vida mundial volta para patamar de 2012 por causa da Covid-19

Quatro anos depois de a Covid-19 ser declarada uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), um novo relatório foi divulgado, trazendo à luz o profundo impacto que a doença teve na expectativa de vida em todo o mundo. De acordo com o informe anual da OMS, houve uma redução significativa na expectativa de vida

Israel bombardeia Rafah apesar de ordem do Tribunal de Haia e anuncia ‘intenção’ de retomar negociações

Israel bombardeou a cidade de Rafah neste sábado (25), considerada crucial em sua guerra contra o Hamas, apesar da ordem da Corte Internacional de Justiça (CIJ) para suspender as operações na região sul da Faixa de Gaza. Testemunhas relataram bombardeios israelenses em Rafah, Khan Yunis, também no sul, e na Cidade de Gaza, no norte.

Chile: detido bombeiro suspeito de causar incêndio que matou 137 pessoas

"Foi emitido hoje [sexta-feira] um mandado de prisão contra o autor dos incêndios ocorridos em fevereiro na região de Valparaíso", declarou Eduardo Cerna, durante uma conferência de imprensa organizada após o final da investigação. O violento incêndio começou em 02 de fevereiro, em quatro focos simultâneos no Parque Natural do Lago Peñuelas, perto da cidade