Em sigilo, Mauro Cid passa a tarde na PF para 2 procedimentos

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Preso desde 22 de março por ordem do ministro do STF Alexandre de Moraes, o tenente-coronel Mauro Cid passou a tarde desta terça-feira (9/4) na sede da Polícia Federal, na região central de Brasília.

O ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro deixou o Batalhão de Polícia do Exército, onde está preso, no início da tarde sob forte esquema de segurança e só retornou ao local no início da noite.

Segundo fontes da PF, Cid esteve na sede da corporação para duas coisas: 1) assinar a degravação de seus depoimentos anteriores e 2) prestar novo depoimento esclarecendo dúvidas do delegado.

Em março, o militar chegou a criticar, em áudio divulgado pela revista Veja, o que chamou de “narrativas” da PF sobre seus depoimentos. A gravação acabou levando Moraes a determinar nova prisão de Cid.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Alice Portugal e Lídice da Mata se reúnem com Bruno Reis para debater futuro do Centro de Referência de Atenção à Mulher

Uma reunião entre o prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), e as deputadas federais Alice Portugal (PCdoB) e Lídice da Mata (PSB) ocorreu na manhã desta segunda-feira (20) para tratar do futuro do Centro de Referência de Atenção à Mulher Loreta Valadares, localizado nos Barris - que corre risco de fechamento -, e de outras

SP Alto Astral: Programa emprega mães em situação de risco

Mais de 5 mil mulheres fazem parte do programa Mães Guardiãs, que dá emprego em projetos pedagógicos nas escolas para pessoas em vulnerabilidade social. As participantes têm uma bolsa-auxílio de R$ 1.482,60, e atuam em uma jornada de 30h semanais. Em abril, 900 candidatas foram convocadas para mais uma etapa do programa, voltada à capacitação

BahiaInveste amplia prazo para análise do estudos de viabilidade técnica contratada para “Porto da Ford”; saiba mais

O terminal portuário Miguel de Oliveira, chamado Porto da Ford, em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), teve prazo para a conclusão dos estudos de viabilidade técnica, econômico-financeira, ambiental e jurídica do projeto de exploração ampliado. Programado para maio, a análise feita pela BahiaInvest agora terá prazo válido até o último dia de dezembro deste