Forças da Segurança ampliam e ações em Periperi e Vila Verde, após onda de violência

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O patrulhamento e as ações de inteligência contra facções foram ampliadas pelas Forças Estaduais da Segurança Pública nas regiões de Periperi, no Subúrbio Ferroviário, e também na localidade do Vila Verde, próximo ao bairro de Mussurunga, nesta quinta-feira (11).

Unidades territoriais e especializadas são empregadas pelas Polícias Militar e Civil, ampliando o combate aos traficantes de drogas, envolvidos também com homicídios, roubos, entre outros crimes.

Nesta quinta, a Vila Verde amanheceu sem ônibus. Por recomendação do Sindicato dos Rodoviários, os coletivos não entraram no local após uma intensa troca de tiros ter sido registrada nesta quarta-feira (10), entre facções criminosas rivais. A situação foi normalizada com os coletivos voltando a rodar na localidade ao longo do dia. 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Salvador triplica geração de empregos em 2024: 21,5 mil novas vagas

Salvador está fazendo grandes avanços na criação de empregos, registrando um notável aumento de 21.538 novos postos de trabalho em 2024, conforme revelam os dados recentes do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (29). Esse número representa um triplo em comparação ao mesmo período do ano anterior, quando foram geradas 6.446

Operação policial em Lauro de Freitas resulta na prisão de suspeitos de tráfico

Políciais Militar da 81ª Companhia Independente deteve, na noite de quarta-feira (29), dois indivíduos suspeitos de estarem envolvidos com o tráfico de drogas, na área de Itinga, situada no município de Lauro de Freitas.   Os oficiais estavam realizando um patrulhamento ostensivo quando avistaram dois homens que, ao notarem a presença da polícia, tentaram fugir

Mãe e irmão de Djidja Cardoso são presos em Manaus

Cleusimar Cardoso e Ademar Cardoso, mãe e irmão da ex-sinhazinha do Boi Garantido, Djidja Cardoso, que faleceu nesta semana, tiveram a prisão preventiva decretada pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e foram detidos nesta quinta-feira (30/5), em Manaus. Além dos familiares, três funcionários do salão de beleza Belle Femme, que Djidja era sócia, também