Homem tatua régua no dedo para medir objetos; veja

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Steffen Karlsen, um oficial da Marinha norueguês de 31 anos, decidiu tatuar uma régua no dedo indicador direito para poder medir objetos usando apenas o dedo. Ele pediu à sua companheira, Julie Strømsnes, que é tatuadora, para fazer a tatuagem.

Inicialmente, Julie ficou reticente, mas acabou por ceder ao pedido. A tatuagem consiste em 10 linhas, com um centímetro de distância entre cada uma. Steffen garante que “adora-a” e que já é considerado um “gênio” nas redes sociais.

“Sempre quis usar os dedos para fazer medições”, disse Steffen. Ele garante que “é uma tatuagem útil” e que pode ser usada “para alguma coisa”.

Julie, por sua vez, disse que inicialmente estava cética em relação à ideia, mas que o resultado final “ficou muito bem”.

Leia Também: Homem cai 18 metros e fica agarrado a rochedo; veja como foi o resgate

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Cavalos fogem do Palácio de Buckingham, ferem pessoas e danificam carros

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dois cavalos fugiram do Palácio de Buckingham e percorreram pelo menos 8 km de distância durante duas horas até serem capturados. Segundo a BBC, os animais feriram quatro pessoas e danificaram alguns carros estacionados. A polícia foi acionada após dez minutos da saída deles. A fuga aconteceu durante um exercício

Comediante expulsa mãe que amamentava bebê durante espetáculo

O comediante norte-americano Arj Barker gerou polêmica ao pedir a uma mãe que estava amamentando seu bebê de sete meses para deixar um espetáculo durante o Festival Internacional de Comédia de Melbourne, na Austrália. A atitude do humorista desencadeou um intenso debate sobre os direitos das mães e dos artistas em espaços públicos. Arj Barker

Pais são acusados de agredir gêmeas de cinco semanas até à morte

O casal Angelina Belinda Calderon e Fernando Vega, ambos com 21 anos, chocou a comunidade de Houston, no Texas, ao ser acusado de agredir fatalmente suas duas filhas gêmeas de apenas cinco semanas de idade. O trágico acontecimento deixou  todos consternados. Após a morte das crianças, o casal criou uma página de arrecadação de fundos