Letícia Birkheuer rebate marido e reafirma acusações

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Letícia Birkheuer reafirmou que foi agredida pelo marido após ele se pronunciar sobre as denúncias feitas por ela no último domingo (31/3). Alexandre Furmanovich disse que os dois tiveram uma “discussão acalorada” porque a atriz teria descumprido uma “determinação judicial”. 

Em um vídeo compartilhado no Instagram na noite desta terça-feira (2/3), Letícia acusou o ex de mentir. “A declaração que o pai do meu filho [João Guilherme] deu, o Alexandre Furmanovich, é inverídica. O meu filho estava, sim, no dia da agressão”, garantiu. 

Ela disse que tudo ocorreu no último dia 22 de março, em um restaurante Madero de São Paulo. A atriz voltou a garantir que possui testemunhas e vídeos e falou que existe também um “inquérito aberto”.

Letícia reforçou que foi agredida na frente do filho e que o menino teria ido ao banheiro após ter presenciado a situação. “Meu filho correu para o banheiro quando ele me ameaçou dar três tapas na cara. Ele estava visivelmente alterado. Não é a primeira vez que isso acontece, inclusive na frente do filho”, pontuou. A atriz enfatizou ainda que “não foi uma discussão”. 

“Ele me ameaçou dar três tapas na cara e eu não abri a minha boca.”

A modelo contou também que levou o filho de volta para o quarto de hotel em que estava hospedada e que o menino não quis falar com o pai. 

Assista ao relato completo: 

 

Ver essa foto no Instagram  

Uma publicação compartilhada por Leticia Birkheuer (@leticiabirk)

Ex-marido de Leticia Birkheuer se manifesta após denúncia de agressão Acusado de agressão pela ex-mulher, Leticia Birkheuer, Alexandre Furmanovich se pronunciou sobre o assunto. No último domingo (31/3), a modelo expôs que sofreu violência doméstica e afirmou ter uma medida protetiva, baseada na Lei Maria da Penha, contra o empresário. “Infundadas e difamatórias”, disse em nota enviada ao Estadão.

“Leticia teria dispensado os seus serviços e saído com João sem o acompanhamento determinado pela justiça. Infelizmente, ao confrontá-la, acabamos travando uma discussão verbal acalorada unicamente sobre a ausência da assistente terapêutica no local que, vale frisar, não aconteceu na presença de João, que estava no banheiro”, falou em nota.

Ele completou insinuando que a atriz estaria mentindo: “As demais narrativas de Leticia são inteiramente infundadas e difamatórias”.

Letícia Birkheuer acusa ex-marido de agressão A atriz Letícia Birkheuer acusou o ex-marido, Alexandre Furmanovich, de agressão psicológica. Ela relatou o caso em um post no Instagram na manhã de domingo (31/3) e afirmou que tudo aconteceu na frente do filho do casal, João Guilherme, de 12 anos.

“Eu, infelizmente, fui agredida em um restaurante, um lugar público, pelo pai do meu filho. É uma sensação muito ruim, muito triste isso ter acontecido”, disse em um trecho do vídeo publicado na rede social.

Ela também escreveu um texto para acompanhar as imagens e falou que fez o pronunciamento “em respeito às milhares de mulheres vítimas de violência doméstica”. Na legenda, ela detalhou que o caso ocorreu 10 anos após ter se separado.

“Fui ameaçada de forma grave, injusta, dentro de um restaurante. A violência contra nós mulheres não para. Meu ex-marido, pai do meu filho, gritava, em um restaurante, que só não quebraria minha cara porque estava na presença dele, de nosso filho, de uma criança. Fui agredida psicologicamente. Ameaçada. Atemorizada. Ele tentou e tenta me destruir.”

Letícia pontuou ainda que tem testemunhas e vídeos da situação e que, mesmo tendo uma medida cautelar contra o ex-marido, isso não o impediu de ameaçá-la. “Sinto-me insegura, vulnerável”, alegou no texto.

Ela disse também que procurou ajuda de familiares e amigas e que agora vai confiar nas autoridades para que sejam tomadas as providências necessárias. Além disso, aproveitou para incentivar mulheres a denunciarem agressões.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Após repercussão negativa, presidente de tribunal desiste de criar “calçada da fama do judiciário”

Uma espécie de memorial, com o nome e a mão dos ex-presidentes cravados no chão. Essa era a ideia do presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE), desembargador Ricardo Paes Barreto, ao anunciar a ideia da criação da "calçada da fama do judiciário" pernambucano.    No entanto, a repercussão negativa do tema levou o

Mãe que ameaçou professora deu “carteirada” citando Nikolas Ferreira

A mãe que ameaçou uma professora do Distrito Federal e a acusou de “doutrinar” a filha em sala de aula deu uma “carteirada política”: a mulher foi até a escola e disse que era “amiga” dos deputados Nikolas Ferreira (PL-MG) e Gustavo Gayer (PL-GO), e do senador Cleitinho Azevedo (Republicanos-MG). A revolta aconteceu após a

Sala da Advocacia é reinaugurada na sede do TCE-BA

A Ordem dos Advogados do Brasil Seção Bahia (OAB-BA), em parceria com o Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE-BA) e o Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA), reinaugurou a Sala da Advocacia no TCE-BA.    O espaço, reaberto na última segunda-feira (22), é destinado ao acolhimento e trabalho dos jurisdicionados, advogadas